359 online
Al Berto
Nasceu a 11 Janeiro 1948
(Coimbra, Portugal)

Morreu em 13 Junho 1997

Al Berto, pseudónimo de Alberto Raposo Pidwell Tavares, foi um poeta, pintor, editor e animador cultural português.
wer54w66sf32re2
 
Título Visto Gosto Favorito Coments Livro Dat
/pt/t/13215/ha-de-flutuar-uma-cidadeHá-de flutuar uma cidade111673441117Poema
/pt/t/13214/e-ao-anoitecerE ao anoitecer13320299077Poema
/pt/t/2472/recadoRecado683228100Poema
/pt/t/13213/dizem-que-a-paixao-o-conheceuDizem que a paixão o conheceu11428272073Poema
/pt/t/13447/as-maos-pressentemAs mãos pressentem701712110Poema
/pt/t/2473/acordar-tardeAcordar tarde621412000Poema
/pt/t/13533/pernoitas-em-mimPernoitas em Mim795711110Poema
/pt/t/13534/postscriptumPostscriptum645511210Poema
/pt/t/9850/truque-toxicoTruque Tóxico600410000Poema
/pt/t/3057/prefacio-para-um-livro-de-poemasPrefácio para um livro de poemas94369000Poema
/pt/t/6823/oficio-de-amarOfício de Amar58869100Poema
/pt/t/6834/os-amigosOs Amigos56669000Poema
/pt/t/3052/uma-paixaoUma Paixão64118000Poema
/pt/t/9849/sem-titulo-e-bastante-breveSem Título e Bastante Breve62328000Poema
/pt/t/3040/quando-aqui-nao-estasQuando aqui não estás59998000Poema
/pt/t/3053/trabalhos-do-olharTrabalhos do Olhar60457100Poema
/pt/t/3056/hoje-e-dia-de-coisas-simpleshoje é dia de coisas simples58657000Poema
/pt/t/13488/noite-de-lisboa-com-auto-retrato-e-sombra-de-ian-curtisNoite de lisboa com auto-retrato e sombra de ian curtis61685000Poema
/pt/t/6828/envolver-meEnvolver-me55645100Poema
/pt/t/3047/lisboaLisboa51495000Poema
/pt/t/3043/eremiterioEremitério47365100Poema
/pt/t/13490/falso-retrato-de-andy-warholFalso Retrato de Andy Warhol51894010Poema
/pt/t/6830/salsugemSalsugem47794110Poema
/pt/t/9805/truque-do-meu-amigo-da-ruaTruque do Meu Amigo da Rua53593000Poema
/pt/t/13489/encomenda-postalEncomenda Postal53233000Poema
/pt/t/3042/eras-novo-aindaeras novo ainda53073000Poema
/pt/t/6838/clamorClamor50973000Poema
/pt/t/3051/hortoHorto48173000Poema
/pt/t/13680/a-escrita-e-a-minha-primeira-morada-de-silencioA escrita é a minha primeira morada de silêncio46343100Poema
/pt/t/6832/amor-dos-fogosAmor dos Fogos53152000Poema
/pt/t/3044/truque-inoxidavelTruque Inoxidável48272000Poema
/pt/t/6829/framentos-de-um-diarioFramentos de um Diário47982000Poema
/pt/t/6826/retrato-de-um-amigo-enquanto-bebeRetrato de um Amigo Enquanto Bebe48151000Poema
/pt/t/6837/resposta-a-emileResposta à Emile46351000Poema
/pt/t/6827/o-pequeno-demiurgoO Pequeno Demiurgo45031000Poema
/pt/t/6824/tentativas-para-um-regresso-a-terraTentativas para um Regresso à Terra50710000Poema
/pt/t/6835/vigiliasVigílias49420000Poema
/pt/t/6833/retrato-de-fugitivoRetrato de Fugitivo48280000Poema