295 online
Fernando Pessoa
Nasceu a 13 Junho 1888
(Lisboa, Portugal)

Morreu em 30 Novembro 1935
(Lisboa)

Fernando António Nogueira Pessoa, mais conhecido como Fernando Pessoa, foi um poeta, filósofo e escritor português. Fernando Pessoa é o mais universal poeta português.
wer54w66sf32re2
 
Título Visto Gosto Favorito Coments Livro Dat
/pt/t/11365/as-lentas-nuvens-fazem-sono-poesias-ineditasAs Lentas Nuvens Fazem Sono - Poesias Inéditas24087179580Poema
/pt/t/565/a-nova-poesia-portuguesaA NOVA POESIA PORTUGUESA5072163100Poema
/pt/t/1552/o-mar-salgado-quanto-do-teu-salÓ mar salgado, quanto do teu sal3806314069162Poema
/pt/t/1549/e-eu-gosto-tanto-dela-que-nao-sei-como-a-desejarE eu gosto tanto dela que não sei como a desejar1389912422279Poema
/pt/t/1546/para-ser-grande-se-inteiroPara ser grande, sê inteiro2354588162176Poema
/pt/t/1545/sim-sei-bemSim, sei bem932772181236Poema
/pt/t/1560/temos-todos-que-vivemosTemos, todos que vivemos973359120244Poema
/pt/t/11364/arvore-verde-poesias-ineditasÁrvore verde - Poesias Inéditas1334057030Poema
/pt/t/1557/poe-a-tua-maoPõe a tua mão73154491184Poema
/pt/t/1562/ai-que-prazerAi que prazer83014218019Poema
/pt/t/11354/a-mao-posta-sobre-a-mesa-poesias-ineditasA Mão Posta Sobre a Mesa - Poesias Inéditas742442210Poema
/pt/t/1564/bendito-seja-eu-por-tudo-o-que-nao-seiBendito seja eu por tudo o que não sei85243911340Poema
/pt/t/1554/sou-um-evadidoSou um evadido78423550241Poema
/pt/t/1563/bom-e-que-nao-esquecaisBom é que não esqueçais94953310141Poema
/pt/t/11360/a-palida-luz-da-manha-de-inverno-poesias-ineditasA pálida Luz da Manhã de Inverno - Poesias Inéditas751933100Poema
/pt/t/702/foi-um-momentoFoi um momento73433370110Poema
/pt/t/11359/a-novela-inacabada-poesias-ineditasA Novela Inacabada - Poesias Inéditas661733110Poema
/pt/t/575/a-nova-poesia-portuguesa-no-seu-aspecto-psicologicoA NOVA POESIA PORTUGUESA NO SEU ASPECTO PSICOLÓGICO373332000Poema
/pt/t/566/iiII332631100Poema
/pt/t/686/tudo-que-faco-ou-meditoTudo que faço ou medito79972980254Poema
/pt/t/11363/aqui-neste-profundo-apartamento-poesias-ineditasAqui neste profundo apartamento - Poesias Inéditas765328110Poema
/pt/t/11358/andavam-de-noite-poesias-ineditasAndavam de noite - Poesias Inéditas825327020Poema
/pt/t/11356/a-montanha-por-achar-poesias-ineditasA Montanha por Achar - Poesias Inéditas686926120Poema
/pt/t/569/reincidindoREINCIDINDO320724000Poema
/pt/t/1541/vem-sentar-te-comigo-lidia-a-beira-do-rioVem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio87962321257Poema
/pt/t/1547/nao-tenho-ambicoes-nem-desejosNão tenho ambições nem desejos74702351145Poema
/pt/t/925/o-amor-quando-se-revelaO amor, quando se revela,339023100Poema
/pt/t/1556/o-misterio-do-mundoO mistério do mundo256222250164Poema
/pt/t/1551/deus-quer-o-homem-sonha-a-obra-nasceDeus quer, o homem sonha, a obra nasce8428213165Poema
/pt/t/1542/prefiro-rosas-meu-amor-a-patriaPrefiro rosas, meu amor, à pátria84142171199Poema
/pt/t/1565/que-estupido-se-nao-sabe-que-a-infelicidadeQue estúpido se não sabe que a infelicidade69232120212Poema
/pt/t/9902/o-amor-quando-se-revelaO Amor, Quando Se Revela451921300Poema
/pt/t/1558/ah-poder-ser-tu-sendo-euAh, poder ser tu, sendo eu!7917194018Poema
/pt/t/11362/aqui-esta-se-sossegado-poesias-ineditasAqui está-se sossegado - Poesias Inéditas715019100Poema
/pt/t/1544/nunca-a-alheia-vontade-inda-que-grataNunca a alheia vontade, inda que grata74581860155Poema
/pt/t/1543/quer-pouco-teras-tudoQuer pouco, terás tudo727918100216Poema
/pt/t/1199/o-amor-e-que-e-essencialO amor é que é essencial387117000Poema
/pt/t/1550/sem-a-loucura-que-e-o-homemSem a loucura que é o homem76171642229Poema
/pt/t/1548/acordo-de-noite-subitamenteAcordo de noite subitamente7563156016Poema
/pt/t/1553/triste-de-quem-vive-em-casaTriste de quem vive em casa87741430251Poema
/pt/t/1555/custa-tanto-saber-o-que-se-sente-quando-reparamosCusta tanto saber o que se sente quando reparamos7566143154Poema
/pt/t/11355/a-minha-camisa-rota-poesias-ineditasA Minha Camisa Rota - Poesias Inéditas585013000Poema
/pt/t/3535/o-amor-quando-se-revelaO amor, quando se revela359111100Poema
/pt/t/626/no-entardecer-da-terraNo entardecer da terra503210200Poema
/pt/t/2049/mar-portuguesMar Português341310510Poema
/pt/t/722/autopsicografiaAutopsicografia299010000Poema
/pt/t/11361/a-parte-do-indolente-poesias-ineditasA Parte do Indolente - Poesias Inéditas55379100Poema
/pt/t/684/a-morte-chega-cedoA morte chega cedo,34309000Poema
/pt/t/727/liberdadeLIBERDADE30769000Poema
/pt/t/586/naufragio-de-bartolomeuNAUFRÁGIO DE BARTOLOMEU29448000Poema
/pt/t/1222/poemas-curtosPOEMAS CURTOS285777060Poema
/pt/t/11352/ah-quanta-melancolia-poesias-ineditasAh, Quanta melancolia! - Poesias Inéditas41777100Poema
/pt/t/1782/liberdadeLiberdade36647100Poema
/pt/t/646/aqui-na-orla-da-praia-mudo-e-contente-do-marAqui na orla da praia, mudo e contente do mar,35077100Poema
/pt/t/11357/analogo-comeco-poesias-ineditasAnálogo começo - Poesias Inéditas60456000Poema
/pt/t/9897/sossega-coracaoSossega Coração!37216500Poema
/pt/t/11348/ah-a-esta-alma-que-nao-arde-poesias-ineditasAh, a esta Alma que não Arde - Poesias Inéditas35336000Poema
/pt/t/572/ivIV33406000Poema
/pt/t/625/feliz-dia-para-quem-eFeliz dia para quem é32976000Poema
/pt/t/680/o-que-me-doi-nao-eO que me dói não é32926100Poema
/pt/t/568/ivIV31686000Poema
/pt/t/618/nao-sei-ama-onde-eraNão sei, ama, onde era,30686000Poema
/pt/t/678/quando-as-criancas-brincamQuando as crianças brincam30676100Poema
/pt/t/612/impressoes-do-crepusculoIMPRESSÕES DO CREPÚSCULO30536000Poema
/pt/t/683/entre-o-sono-e-o-sonhoEntre o sono e o sonho,29356000Poema
/pt/t/11353/a-lua-dizem-os-ingleses-poesias-ineditasA Lua (dizem os ingleses) - Poesias Inéditas41855000Poema
/pt/t/2973/liberdadeLiberdade38025010Poema
/pt/t/661/a-morte-e-a-curva-da-estradaA morte é a curva da estrada,37045110Poema
/pt/t/957/olha-me-rindo-uma-criancaOlha-me rindo uma criança32645000Poema
/pt/t/567/iiiIII32365100Poema
/pt/t/2957/o-mostrengoO mostrengo32275000Poema
/pt/t/622/onde-pus-a-esperanca-as-rosasOnde pus a esperança, as rosas32115000Poema
/pt/t/671/nao-sei-se-e-sonho-se-realidadeNão sei se é sonho, se realidade,31445000Poema
/pt/t/2058/o-infanteO Infante30955000Poema
/pt/t/571/iiiIII30885000Poema
/pt/t/688/tenho-tanto-sentimentoTenho tanto sentimento30285000Poema
/pt/t/713/o-menino-da-sua-maeO MENINO DA SUA MÃE29555000Poema
/pt/t/573/vV41444000Poema
/pt/t/9896/sonhei-confuso-e-o-sono-foi-dispersoSonhei, confuso e o sono foi disperso33704100Poema
/pt/t/629/leve-breve-suaveLeve, breve, suave,32074000Poema
/pt/t/570/iiII31854100Poema
/pt/t/619/ha-no-firmamentoHá no firmamento31614000Poema
/pt/t/638/ao-longe-ao-luarAo longe, ao luar,31054100Poema
/pt/t/620/subita-mao-de-algum-fantasma-ocultoSúbita mão de algum fantasma oculto30364100Poema
/pt/t/676/momento-imperceptivelMomento imperceptível,30154000Poema
/pt/t/640/ela-canta-pobre-ceifeiraEla canta, pobre ceifeira,30114000Poema
/pt/t/724/eros-e-psiqueEROS E PSIQUE29954010Poema
/pt/t/682/contemplo-o-que-nao-vejoContemplo o que não vejo29494100Poema
/pt/t/613/hora-absurdaHORA ABSURDA28874000Poema
/pt/t/2959/quando-ela-passaQuando ela passa47313040Poema
/pt/t/11003/epitafio-de-bartolomeu-diasEPITÁFIO DE BARTOLOMEU DIAS42183000Poema
/pt/t/10998/precePRECE35813000Poema
/pt/t/11327/a-crianca-que-ri-na-rua-poesias-ineditasA Criança que Ri na Rua - Poesias Inéditas34793000Poema
/pt/t/9895/se-alguem-bater-um-dia-a-tua-portaSe Alguém Bater um Dia à Tua Porta34513200Poema
/pt/t/2059/os-colombosOs Colombos34403000Poema
/pt/t/694/quando-era-criancaQuando era criança34313000Poema
/pt/t/11340/as-quinas-d-fernando-infante-de-portugalAs Quinas - D Fernando, Infante de Portugal33633020Poema
/pt/t/624/ah-quanta-vez-na-hora-suaveAh, quanta vez, na hora suave33243000Poema
/pt/t/2960/eros-e-psiqueEros e Psique33013100Poema
/pt/t/662/quem-bate-a-minha-portaQuem bate à minha porta31853000Poema
/pt/t/690/viajar-perder-paisesViajar! Perder países!31763100Poema
/pt/t/600/o-caso-mental-portuguesO CASO MENTAL PORTUGUÊS31413000Poema
/pt/t/943/a-tua-voz-fala-amorosaA tua voz fala amorosa31173100Poema
/pt/t/653/gato-que-brincas-na-ruaGato que brincas na rua31043120Poema
/pt/t/630/pobre-velha-musicaPobre velha música!31023000Poema
/pt/t/672/ouco-como-se-o-cheiroOuço, como se o cheiro30723000Poema
/pt/t/675/redemoinha-o-ventoRedemoinha o vento,30533000Poema
/pt/t/644/natalNatal30253000Poema
/pt/t/576/iiII30193000Poema
/pt/t/1163/vaga-saudade-tantoVaga saudade, tanto30163000Poema
/pt/t/659/ha-quase-um-ano-nao-screvoHá quase um ano não screvo29983100Poema
/pt/t/598/o-provincianismo-portuguesO PROVINCIANISMO PORTUGUÊS29963000Poema
/pt/t/641/nao-e-ainda-a-noiteNão é ainda a noite29893200Poema
/pt/t/574/viVI29783000Poema
/pt/t/585/as-caricaturas-de-almada-negreirosAS CARICATURAS DE ALMADA NEGREIROS29733000Poema
/pt/t/578/ivIV29493100Poema
/pt/t/997/minha-mulher-a-solidaoMinha mulher, a solidão,29453000Poema
/pt/t/689/durmo-se-sonho-ao-despertar-nao-seiDurmo Se sonho, ao despertar não sei29263000Poema
/pt/t/588/orpheu-revista-trimestral-de-leituraORPHEU, REVISTA TRIMESTRAL DE LEITURA29223000Poema
/pt/t/1130/nausea-vontade-de-nadaNáusea Vontade de nada28763000Poema
/pt/t/1046/se-estou-so-quero-nao-starSe estou só, quero não star,46952010Poema
/pt/t/614/chuva-obliquaCHUVA OBLÍQUA41842000Poema
/pt/t/10646/as-ilhas-afortunadasAs ilhas afortunadas40192000Poema
/pt/t/11344/a-coroa-nunalvares-pereiraA Coroa - Nun'Álvares Pereira37462000Poema
/pt/t/11346/o-timbre-uma-asa-do-grifo-d-joao-o-segundoO Timbre - Uma Asa do Grifo - D João O Segundo37032000Poema
/pt/t/9900/vou-em-mimVou em Mim35502100Poema
/pt/t/11350/ah-a-frescura-na-face-de-nao-cumprir-um-dever-poesias-ineditasAH, A Frescura na Face de não Cumprir um Dever! - Poesias Inéditas34762010Poema
/pt/t/602/critica-a-ciume-de-antonio-bottoCRÍTICA A CIÚME, DE ANTÓNIO BOTTO33702000Poema
/pt/t/2971/autopsicografiaAutopsicografia33462200Poema
/pt/t/2972/istoIsto33032200Poema
/pt/t/2970/o-menino-de-sua-maeO menino de sua mãe32772210Poema
/pt/t/4369/afinalAFINAL32692200Poema
/pt/t/2964/conselhoConselho32142000Poema
/pt/t/10641/mar-manhaMar manhã32102000Poema
/pt/t/2965/chove-e-dia-de-natalChove É dia de Natal31792000Poema
/pt/t/643/paira-a-tona-de-aguaPaira à tona de água31782000Poema
/pt/t/697/dorme-que-a-vida-e-nadaDorme, que a vida é nada!31622000Poema
/pt/t/1973/horizonteHorizonte31532000Poema
/pt/t/9793/da-surpresa-de-serDá Surpresa de Ser31402100Poema
/pt/t/1996/deusDeus31362000Poema
/pt/t/1910/quando-estou-so-reconhecoQuando estou só reconheço31322000Poema
/pt/t/1999/olhando-o-mar-sonho-sem-ter-de-queOlhando o mar, sonho sem ter de quê31152000Poema
/pt/t/580/viVI31132000Poema
/pt/t/2969/analiseAnálise31012000Poema
/pt/t/577/iiiIII30972000Poema
/pt/t/11331/os-castelos-ulissesOs Castelos - Ulisses30912000Poema
/pt/t/642/pouco-importa-de-onde-a-brisaPouco importa de onde a brisa30702000Poema
/pt/t/691/que-coisa-distanteQue coisa distante30662000Poema
/pt/t/11329/os-campos-o-dos-castelosOs Campos - O dos Castelos30592000Poema
/pt/t/634/poe-me-as-maos-nos-ombrosPõe-me as mãos nos ombros30552100Poema
/pt/t/711/natalNATAL30532100Poema
/pt/t/1799/istoIsto30472010Poema
/pt/t/648/contemplo-o-lago-mudoContemplo o lago mudo30442100Poema
/pt/t/601/sobre-tres-estadios-da-poesiaSOBRE TRÊS ESTÁDIOS DA POESIA30392100Poema
/pt/t/611/e-um-estado-de-guerra-pensei-eu-entre-mim-e-as-ficcoes-sociais-muito-bem-o-que-posso-eu-fazerÉ um estado de guerra, pensei eu, entre mim e as ficções sociais Muito bem O que posso eu fazer30372000Poema
/pt/t/1316/dez-minutos-com-fernando-pessoaDEZ MINUTOS COM FERNANDO PESSOA30072000Poema
/pt/t/2966/a-morte-e-a-curva-da-estradaA morte é a curva da estrada29992000Poema
/pt/t/674/aqui-onde-se-esperaAqui onde se espera29582000Poema
/pt/t/607/ele-tirou-da-boca-o-charuto-que-se-apagara;-reacendeu-o-lentamente;-fitou-o-fosforo-que-se-extinguiEle tirou da boca o charuto, que se apagara; reacendeu-o lentamente; fitou o fósforo que se extingui29502000Poema
/pt/t/639/em-toda-a-noite-o-sono-nao-veio-agoraEm toda a noite o sono não veio Agora29442000Poema
/pt/t/654/nao-nao-digas-nadaNão: não digas nada!29432000Poema
/pt/t/728/poemaPOEMA29382000Poema
/pt/t/886/pesa-tanto-e-a-vida-e-tao-brevePesa tanto e a vida é tão breve!29292000Poema
/pt/t/1165/as-coisas-que-errei-na-vidaAs coisas que errei na vida29292000Poema
/pt/t/673/nuvens-sobre-a-florestaNuvens sobre a floresta29282100Poema
/pt/t/1273/x-mar-portuguesX - Mar Português29202000Poema
/pt/t/1240/uma-pausauma pausa29192000Poema
/pt/t/587/coisas-estilisticas-que-aconteceram-a-um-gomilCOISAS ESTILÍSTICAS QUE ACONTECERAM A UM GOMIL,29192000Poema
/pt/t/704/houve-um-ritmo-no-meu-sonoHouve um ritmo no meu sono29082000Poema
/pt/t/1169/nao-digas-nadaNão digas nada!29072000Poema
/pt/t/664/do-vale-a-montanhaDo vale à montanha,29032000Poema
/pt/t/875/no-limiar-que-nao-e-meuNo limiar que não é meu28912000Poema
/pt/t/999/a-estrada-como-uma-senhoraA estrada, como uma senhora,28892000Poema
/pt/t/901/euEU28682000Poema
/pt/t/1021/cai-amplo-o-frio-e-eu-durmo-na-tardancaCai amplo o frio e eu durmo na tardança28622000Poema
/pt/t/818/xxxviXXXVI28612000Poema
/pt/t/750/cartas-de-fernando-pessoaCARTAS DE FERNANDO PESSOA28592000Poema
/pt/t/583/replica-ao-dr-adolfo-coelhoRÉPLICA AO DR ADOLFO COELHO28582000Poema
/pt/t/991/tenho-pena-e-nao-respondoTenho pena e não respondo28522000Poema
/pt/t/649/da-a-surpresa-de-serDá a surpresa de ser28492000Poema
/pt/t/584/replica-ao-dr-adolfo-coelho-continuacaoRÉPLICA AO DR ADOLFO COELHO (continuação)28472000Poema
/pt/t/604/nos-os-de-orpheuNÓS OS DE ORPHEU28412000Poema
/pt/t/1305/associacoes-secretasASSOCIAÇÕES SECRETAS28152000Poema
/pt/t/615/passos-da-cruzPASSOS DA CRUZ46811000Poema
/pt/t/11007/ascensao-de-vasco-da-gamaASCENSÃO DE VASCO DA GAMA42071000Poema
/pt/t/599/prefacio-a-antologia-de-poemas-portuguesas-modernosPREFÁCIO À ANTOLOGIA DE POEMAS PORTUGUESAS MODERNOS40741000Poema
/pt/t/1093/nao-quero-ir-onde-nao-ha-a-luzNão quero ir onde não há a luz,38641000Poema
/pt/t/1160/tenho-em-mim-como-uma-brumaTenho em mim como uma bruma38511100Poema
/pt/t/1290/a-rosa-de-sedaA ROSA DE SEDA36681000Poema
/pt/t/1317/initiationINITIATION36311000Poema
/pt/t/715/qualquer-musicaQUALQUER MÚSICA35921100Poema
/pt/t/1309/historia-de-orpheuHISTÓRIA DE ORPHEU35311000Poema
/pt/t/9903/doi-me-quem-souDói-me Quem Sou35231100Poema
/pt/t/9894/nao-quero-rosas-desde-que-haja-rosasNão Quero Rosas Desde que Haja Rosas34561100Poema
/pt/t/10645/aquiAqui33771100Poema
/pt/t/824/carta-a-luis-pedro-moitinho-de-almeidaCARTA A LUÍS PEDRO MOITINHO DE ALMEIDA33071000Poema
/pt/t/1901/meu-coracao-tardouMeu coração tardou32941000Poema
/pt/t/603/palavras-de-critica-a-romariaPALAVRAS DE CRÍTICA A ROMARIA32781000Poema
/pt/t/11349/ah-como-incerta-na-noite-em-frente-poesias-ineditasAH, Como Incerta, na Noite em Frente - Poesias Inéditas32751000Poema
/pt/t/2963/entre-o-sono-e-o-sonhoEntre o sono e o sonho32671000Poema
/pt/t/1920/se-penso-mais-que-um-momentoSe penso mais que um momento32291000Poema
/pt/t/9898/a-palida-luz-da-manhaA Pálida Luz da Manhã32291100Poema
/pt/t/593/carta-a-francisco-manuel-cabral-metelloCARTA A FRANCISCO MANUEL CABRAL METELLO32251000Poema
/pt/t/2571/antinoo-trechosAntínoo (trechos)32141000Poema
/pt/t/1076/porque-sou-tao-triste-ignoroPorque sou tão triste ignoro31931000Poema
/pt/t/1826/nao-sei-quantas-almas-tenhoNão sei quantas almas tenho31741000Poema
/pt/t/582/viiiVIII31701000Poema
/pt/t/2000/a-conchaA concha31541000Poema
/pt/t/1864/a-miseria-do-meu-serA miséria do meu ser31441000Poema
/pt/t/11326/a-ciencia-poesias-ineditasA Ciência - Poesias Inéditas31341000Poema
/pt/t/11005/ocidenteOCIDENTE31281000Poema
/pt/t/11351/ah-mas-da-voz-exanime-pranteia-poesias-ineditasAh, Mas da Voz Exânime Pranteia - Poesias Inéditas31271000Poema
/pt/t/595/apresentacao-da-revista-athenaAPRESENTAÇÃO DA REVISTA ATHENA31231100Poema
/pt/t/636/treme-em-luz-a-aguaTreme em luz a água31201000Poema
/pt/t/10997/a-ultima-nauA ÚLTIMA NAU31121000Poema
/pt/t/3492/odeOde30831000Poema
/pt/t/2089/autopsicografiaAutopsicografia30811100Poema
/pt/t/1819/tudo-o-que-sou-nao-e-mais-do-que-abismoTudo o que sou não é mais do que abismo30801000Poema
/pt/t/11330/os-campos-o-das-quinasOs Campos - O das Quinas30741000Poema
/pt/t/692/na-ribeira-deste-rioNa ribeira deste rio30641000Poema
/pt/t/11338/os-castelos-d-filipa-de-lencastreOs Castelos - D Filipa de Lencastre30561000Poema
/pt/t/11341/as-quinas-d-pedro-regente-de-portugalAs Quinas - D Pedro, Regente de Portugal30511000Poema
/pt/t/1239/o-marinheiroO MARINHEIRO30501000Poema
/pt/t/665/cansa-sentir-quando-se-pensaCansa sentir quando se pensa30441100Poema
/pt/t/645/um-muro-de-nuvens-densasUm muro de nuvens densas30391000Poema
/pt/t/2968/da-a-surpresa-de-serDá a surpresa de ser30231000Poema
/pt/t/1467/a-low-sad-wind-fills-the-lone-nightA low, sad wind fills the lone night30221000Poema
/pt/t/853/tedioTÉDIO30141100Poema
/pt/t/1322/antinousANTINOUS30101000Poema
/pt/t/698/nao-sei-que-sonho-me-nao-descansaNão sei que sonho me não descansa30001000Poema
/pt/t/1070/ha-um-frio-e-um-vacuo-no-arHá um frio e um vácuo no ar29991000Poema
/pt/t/777/cartas-a-francisco-fernandes-lopesCARTAS A FRANCISCO FERNANDES LOPES29931000Poema
/pt/t/1997/durmo-ou-nao-passam-juntas-em-minha-almaDurmo ou não? Passam juntas em minha alma29931000Poema
/pt/t/2974/o-das-quinasO das quinas29931000Poema
/pt/t/856/eis-me-em-mim-absortoEis-me em mim absorto29861000Poema
/pt/t/942/sim-tudo-e-certo-logo-que-o-nao-sejaSim, tudo é certo logo que o não seja,29831100Poema
/pt/t/11335/os-castelos-d-afonso-henriquesOs Castelos - D Afonso Henriques29681000Poema
/pt/t/687/se-eu-ainda-que-ninguemSe eu, ainda que ninguém,29671000Poema
/pt/t/11333/os-castelos-o-conde-d-henriqueOs Castelos - O Conde D Henrique29661000Poema
/pt/t/666/nao-meu-nao-meu-e-quanto-escrevoNão meu, não meu é quanto escrevo,29651000Poema
/pt/t/652/por-tras-daquela-janelaPor trás daquela janela29631300Poema
/pt/t/1824/boiam-farrapos-de-sombraBóiam farrapos de sombra29621000Poema
/pt/t/733/carta-i-continuacaoCARTA I (continuação)29611000Poema
/pt/t/670/entre-o-luar-e-a-folhagemEntre o luar e a folhagem,29601100Poema
/pt/t/660/furia-nas-trevas-o-ventoFúria nas trevas o vento29581000Poema
/pt/t/668/passa-uma-nuvem-pelo-solPassa uma nuvem pelo sol29531100Poema
/pt/t/1060/vejo-passar-os-barcos-pelo-marVejo passar os barcos pelo mar,29511000Poema
/pt/t/918/sei-que-nunca-terei-o-que-procuroSei que nunca terei o que procuro29501100Poema
/pt/t/651/chove-e-dia-de-natalChove É dia de Natal29461100Poema
/pt/t/616/episodiosEPISÓDIOS29461000Poema
/pt/t/605/opiniao-sobre-desaparecido-de-carlos-queirozOPINIÃO SOBRE DESAPARECIDO, DE CARLOS QUEIROZ29461000Poema
/pt/t/594/palavras-de-critica-a-entrevistasPALAVRAS DE CRÍTICA A ENTREVISTAS29461000Poema
/pt/t/708/dizemDizem?29441000Poema
/pt/t/657/hoje-que-a-tarde-e-calma-e-o-ceu-tranquiloHoje que a tarde é calma e o céu tranquilo,29421000Poema
/pt/t/628/o-sino-da-minha-aldeiaÓ sino da minha aldeia,29391000Poema
/pt/t/589/para-a-memoria-de-antonio-nobrePARA A MEMÓRIA DE ANTÓNIO NOBRE29361000Poema
/pt/t/596/mario-de-sa-carneiroMÁRIO DE SÁ-CARNEIRO29331100Poema
/pt/t/1425/summer-momentsSUMMER MOMENTS29331100Poema
/pt/t/1232/acto-vACTO V29331100Poema
/pt/t/1171/ah-verdadeiramente-a-deusaAh, verdadeiramente a deusa29221000Poema
/pt/t/921/nao-venhas-sentar-te-a-minha-frente-nem-a-meu-lado;Não venhas sentar-te à minha frente, nem a meu lado;29201000Poema
/pt/t/637/dorme-sobre-o-meu-seioDorme sobre o meu seio,29191000Poema
/pt/t/663/na-sombra-do-monte-abiegnoNa sombra do Monte Abiegno29101100Poema
/pt/t/1145/o-que-e-vida-e-o-que-e-morteO que é vida e o que é morte29081000Poema
/pt/t/1197/tudo-quanto-pensoTudo quanto penso,29071000Poema
/pt/t/1190/sob-olhos-que-nao-olham-os-meus-olhosSob olhos que não olham – os meus olhos29071100Poema
/pt/t/1219/provaveis-poemas-de-ricardo-reisPROVÁVEIS POEMAS DE RICARDO REIS29061100Poema
/pt/t/1083/vinha-elegante-depressaVinha elegante, depressa,29041000Poema
/pt/t/1423/lullabyLULLABY29011000Poema
/pt/t/1355/xivXIV29011000Poema
/pt/t/956/ah-a-esta-alma-que-nao-ardeAh, a esta alma que não arde28991100Poema
/pt/t/909/ah-quanta-melancoliaAh quanta melancolia!28991100Poema
/pt/t/1022/andavam-de-noite-aos-segredosAndavam de noite aos segredos28971000Poema
/pt/t/679/passos-tardam-na-relvaPassos tardam na relva28961000Poema
/pt/t/851/as-vezes-em-sonho-tristeÀs vezes, em sonho triste28941000Poema
/pt/t/723/istoIsto28931100Poema
/pt/t/655/de-onde-e-quase-o-horizonteDe onde é quase o horizonte28901000Poema
/pt/t/650/lenta-e-quieta-a-sombra-vastaLenta e quieta a sombra vasta28901000Poema
/pt/t/597/luis-de-montalvorLUÍS DE MONTALVOR28901000Poema
/pt/t/1109/todas-as-coisas-que-ha-neste-mundoTodas as coisas que há neste mundo28901000Poema
/pt/t/897/vibra-clarim-cuja-voz-dizVibra, clarim, cuja voz diz28891000Poema
/pt/t/832/carta-iiiCARTA III28891000Poema
/pt/t/1208/um-cansaco-feliz-uma-tristeza-informeUm cansaço feliz, uma tristeza informe28871000Poema
/pt/t/1223/algumas-quadrasALGUMAS QUADRAS28871000Poema
/pt/t/720/o-andaimeO ANDAIME28761000Poema
/pt/t/667/sorriso-audivel-das-folhasSorriso audível das folhas,28751000Poema
/pt/t/658/guia-me-a-so-razaoGuia-me a só razão28711000Poema
/pt/t/706/o-naus-felizes-que-do-mar-vagoÓ naus felizes, que do mar vago28651000Poema
/pt/t/1170/quero-dormir-nao-sei-se-quero-a-morteQuero dormir Não sei se quero a morte,28651000Poema
/pt/t/685/repousa-sobre-o-trigoRepousa sobre o trigo28641000Poema
/pt/t/980/se-sou-alegre-ou-sou-tristeSe sou alegre ou sou triste?28621000Poema
/pt/t/1152/flui-indeciso-na-brumaFlui, indeciso na bruma,28621000Poema
/pt/t/669/e-brando-o-dia-brando-o-ventoÉ brando o dia, brando o vento28581000Poema
/pt/t/985/o-sol-queima-o-que-tocaO sol queima o que toca28571000Poema
/pt/t/1085/nada-que-sou-me-interessaNada que sou me interessa28561000Poema
/pt/t/621/o-sol-as-casas-como-a-montesO sol às casas, como a montes,28561000Poema
/pt/t/1116/vao-na-onda-militarVão na onda militar28541000Poema
/pt/t/1374/xixXIX28541000Poema
/pt/t/1172/se-alguem-bater-um-dia-a-tua-portaSe alguém bater um dia à tua porta,28501000Poema
/pt/t/928/ha-musica-tenho-sonoHá música Tenho sono28501000Poema
/pt/t/609/essa-revolucao-seria-preferivelmente-mundial-simultanea-em-todos-os-pontos-ou-os-pontos-importanEssa revolução seria preferivelmente mundial, simultânea em todos os pontos, ou os pontos importan28471000Poema
/pt/t/1099/olhando-o-mar-sonho-sem-ter-de-queOlhando o mar, sonho sem ter de quê28451000Poema
/pt/t/1155/quem-me-amarrou-a-ser-euQuem me amarrou a ser eu28451000Poema
/pt/t/1082/ah-como-incerta-na-noite-em-frenteAh, como incerta, na noite em frente,28371000Poema
/pt/t/869/o-vendavalO VENDAVAL28351000Poema
/pt/t/882/ah-sempre-no-curso-leve-do-tempo-pesadoAh, sempre no curso leve do tempo pesado28321000Poema
/pt/t/1028/o-vento-tem-variedadeO vento tem variedade28271000Poema
/pt/t/760/carta-xCARTA X28261000Poema
/pt/t/1336/my-heart-is-singing-like-a-morning-birdMy heart is singing like a morning bird28261000Poema
/pt/t/1154/tudo-que-sinto-tudo-quanto-pensoTudo que sinto, tudo quanto penso,28241000Poema
/pt/t/1202/ja-nao-me-importoJá não me importo28231000Poema
/pt/t/990/nao-sei-quantas-almas-tenhoNão sei quantas almas tenho28221000Poema
/pt/t/870/pousa-um-momentoPousa um momento,28201000Poema
/pt/t/902/mendigo-do-que-nao-conheceMendigo do que não conhece,28141000Poema
/pt/t/1319/initiation-4continuacaoINITIATION [4(CONTINUAÇÃO)28131000Poema
/pt/t/914/em-torno-a-mim-em-mare-cheiaEm torno a mim, em maré cheia,28121000Poema
/pt/t/983/grande-sol-a-entreterGrande sol a entreter28081000Poema
/pt/t/1018/eu-amo-tudo-o-que-foiEu amo tudo o que foi,28081000Poema
/pt/t/987/melodia-triste-sem-prantoMelodia triste sem pranto,28071000Poema
/pt/t/633/trila-na-noite-uma-flauta-e-de-algumTrila na noite uma flauta É de algum28061000Poema
/pt/t/1137/na-paz-da-noite-cheia-de-tanto-durarNa paz da noite, cheia de tanto durar28061000Poema
/pt/t/1139/musicaMúsica27951000Poema
/pt/t/734/carta-iiCARTA II27951000Poema
/pt/t/1067/rala-cai-chuvaRala cai chuva27811000Poema
/pt/t/632/sol-nulo-dos-dias-vaosSol nulo dos dias vãos,38360100Poema
/pt/t/1294/o-caso-aleister-crowleyO CASO ALEISTER CROWLEY37200000Poema
/pt/t/617/ficcoes-do-interludioFICÇÕES DO INTERLÚDIO37050000Poema
/pt/t/11345/o-timbre-a-cabeca-do-grifo-o-infante-d-henriqueO Timbre - A Cabeça do Grifo - O Infante D Henrique36980000Poema
/pt/t/836/carta-xxxviCARTA XXXVI36130000Poema
/pt/t/1356/epithalamiumEPITHALAMIUM35860000Poema
/pt/t/11342/as-quinas-d-joao-infante-de-portugalAs Quinas - D João, Infante de Portugal35180010Poema
/pt/t/1465/the-abyssTHE ABYSS34590100Poema
/pt/t/1449/poemas-varios-em-inglesPOEMAS VÁRIOS EM INGLÊS34570000Poema
/pt/t/1291/sobre-um-manifesto-de-estudantesSOBRE UM MANIFESTO DE ESTUDANTES34570100Poema
/pt/t/590/movimento-sensacionistaMOVIMENTO SENSACIONISTA33920000Poema
/pt/t/11001/padraoPADRÃO33160100Poema
/pt/t/11324/a-chuva-desce-a-ladeira-poesias-ineditasA Chuva Desce a Ladeira - Poesias Inéditas33140100Poema
/pt/t/917/pressagioPRESSÁGIO32950100Poema
/pt/t/731/rubaiyatRUBAIYAT32760000Poema
/pt/t/879/qualquer-caminho-leva-a-toda-a-parteQualquer caminho leva a toda a parte,32340000Poema
/pt/t/1463/epitaphEPITAPH32200000Poema
/pt/t/11347/o-timbre-a-outra-asa-do-grifo-afonso-de-albuquerqueO Timbre - A Outra Asa do Grifo - Afonso de Albuquerque32010000Poema
/pt/t/1468/i-am-the-escaped-oneI am the escaped one31930000Poema
/pt/t/1928/nas-grandes-horas-em-que-a-insonia-avultaNas grandes horas em que a insónia avulta31880000Poema
/pt/t/1045/desfaz-a-mala-feita-pra-a-partidaDesfaz a mala feita pra a partida!31880000Poema
/pt/t/11325/a-aranha-poesias-ineditasA Aranha - Poesias Inéditas31840000Poema
/pt/t/1292/mandar-organizar-vencerMANDAR, ORGANIZAR, VENCER31800000Poema
/pt/t/984/maravilha-te-memoriaMaravilha-te, memória!31470000Poema
/pt/t/842/carta-a-ronald-de-carvalho-poeta-brasileiroCARTA A RONALD DE CARVALHO, poeta brasileiro31450000Poema
/pt/t/9893/sou-o-espirito-da-trevaSou o Espírito da Treva31450200Poema
/pt/t/2961/hora-absurdaHora absurda31450000Poema
/pt/t/606/o-banqueiro-anarquistaO BANQUEIRO ANARQUISTA31440000Poema
/pt/t/1321/atrio-4continuacaoÁTRIO [4(CONTINUAÇÃO)31320000Poema
/pt/t/2962/intervaloIntervalo31150000Poema
/pt/t/1904/tenho-pena-e-nao-respondoTenho pena e não respondo31150000Poema
/pt/t/6076/cancioneiroCancioneiro31150100Poema
/pt/t/1224/poemas-para-liliPOEMAS PARA LILI31020000Poema
/pt/t/1146/sabes-quem-sou-eu-nao-seiSabes quem sou? Eu não sei30950000Poema
/pt/t/1320/atrioÁTRIO30950000Poema
/pt/t/11343/as-quinas-d-sebastiao-rei-de-portugalAs Quinas - D Sebastião, Rei de Portugal30880000Poema
/pt/t/9904/passava-eu-na-estradaPassava eu na Estrada30870000Poema
/pt/t/11328/a-estrada-como-uma-senhora-poesias-ineditasA Estrada, como uma Senhora - Poesias Inéditas30570000Poema
/pt/t/748/cartas-a-antonio-ferroCARTAS A ANTÓNIO FERRO30560000Poema
/pt/t/9901/e-inda-quente-o-fim-do-diaE Inda Quente o Fim do Dia30530000Poema
/pt/t/1377/35-sonets35 SONETS30500000Poema
/pt/t/1009/do-meio-da-ruaDo meio da rua30450000Poema
/pt/t/899/poesias-dos-dois-exiliosPOESIAS DOS DOIS EXÍLIOS30440000Poema
/pt/t/1919/sou-o-fantasma-de-um-reiSou o fantasma de um rei30420000Poema
/pt/t/1175/tudo-menos-o-tedio-me-faz-tedioTudo, menos o tédio, me faz tédio30360000Poema
/pt/t/919/ja-nao-vivi-em-vaoJá não vivi em vão30350000Poema
/pt/t/4031/da-a-surpresa-de-serDá a surpresa de ser30340000Poema
/pt/t/11332/os-castelos-viriatoOs Castelos - Viriato30340000Poema
/pt/t/11334/os-castelos-d-tarejaOs Castelos - D Tareja30300000Poema
/pt/t/1059/porque-esqueci-quem-fui-quando-criancaPorque esqueci quem fui quando criança?30300000Poema
/pt/t/1113/ha-em-tudo-que-fazemosHá em tudo que fazemos30250100Poema
/pt/t/1074/basta-pensar-em-sentirBasta pensar em sentir30240000Poema
/pt/t/759/carta-ix-continuacaoCARTA IX (continuação)30190000Poema
/pt/t/845/cartas-a-teixeira-de-pascoaesCARTAS A TEIXEIRA DE PASCOAES30140000Poema
/pt/t/11339/as-quinas-d-duarte-rei-de-portugalAs Quinas - D Duarte, Rei de Portugal30090000Poema
/pt/t/1184/a-ciencia-a-ciencia-a-cienciaA ciência, a ciência, a ciência30070000Poema
/pt/t/831/carta-iCARTA I30070000Poema
/pt/t/11336/os-castelos-d-dinisOs Castelos - D Dinis30000000Poema
/pt/t/647/boiam-leves-desatentosBóiam leves, desatentos,29940000Poema
/pt/t/830/carta-a-miguel-de-unamunoCARTA A MIGUEL DE UNAMUNO29880000Poema
/pt/t/1098/leves-veus-velam-nuvens-vas-a-luaLeves véus velam, nuvens vãs, a Lua29850100Poema
/pt/t/1458/sonnetSONNET29820100Poema
/pt/t/1314/a-criacao-heteronimicaA CRIAÇÃO HETERONÍMICA29810000Poema
/pt/t/701/neste-mundo-em-que-esquecemosNeste mundo em que esquecemos29800100Poema
/pt/t/2003/dreamdream29790000Poema
/pt/t/1058/do-seu-longinquo-reino-cor-de-rosaDo seu longínquo reino cor-de-rosa,29730000Poema
/pt/t/1124/a-minha-camisa-rotaA minha camisa rota29700000Poema
/pt/t/1040/sou-um-evadidoSou um evadido29700100Poema
/pt/t/730/no-tumulo-de-christian-rosencreutzNO TÚMULO DE CHRISTIAN ROSENCREUTZ29690100Poema
/pt/t/1414/spellSPELL29650100Poema
/pt/t/1185/a-crianca-que-ri-na-ruaA criança que ri na rua,29640010Poema
/pt/t/1120/se-acaso-alheado-ate-do-que-sonheiSe acaso, alheado até do que sonhei,29610100Poema
/pt/t/1210/meu-pensamento-dito-ja-nao-eMeu pensamento, dito, já não é29580000Poema
/pt/t/1820/nao-sei-o-que-desgostaNão sei o quê desgosta29570000Poema
/pt/t/581/viiVII29560000Poema
/pt/t/1001/daqui-a-pouco-acaba-o-diaDaqui a pouco acaba o dia29490000Poema
/pt/t/2060/o-quinto-imperioO Quinto Império29490000Poema
/pt/t/2956/o-ultimo-sortilegioO último sortilégio29470000Poema
/pt/t/714/marinhaMARINHA29470000Poema
/pt/t/1466/god-made-my-shivering-nerves-his-human-lyreGod made my shivering nerves His human lyre,29450000Poema
/pt/t/707/no-ouro-sem-fim-da-tarde-mortaNo ouro sem fim da tarde morta,29420000Poema
/pt/t/693/no-mal-estar-em-que-vivoNo mal-estar em que vivo,29340000Poema
/pt/t/840/carta-xliiiCARTA XLIII29340000Poema
/pt/t/703/cessa-o-teu-cantoCessa o teu canto!29300100Poema
/pt/t/927/a-agua-da-chuva-desce-a-ladeiraA água da chuva desce a ladeira29300000Poema
/pt/t/11006/fernao-de-magalhaesFERNÃO DE MAGALHÃES29280000Poema
/pt/t/2967/d-sebastiao-rei-de-portugalD Sebastião, rei de Portugal29270000Poema
/pt/t/1213/santo-antonioSANTO ANTÓNIO29260100Poema
/pt/t/978/deve-chamar-se-tristezaDeve chamar-se tristeza29260100Poema
/pt/t/1111/a-lavadeira-no-tanqueA lavadeira no tanque29240000Poema
/pt/t/1189/na-vespera-de-nadaNa véspera de nada29230000Poema
/pt/t/1296/aleister-crowley-foi-assassinadoALEISTER CROWLEY FOI ASSASSINADO?29210100Poema
/pt/t/805/carta-xxiii-continuacaoCARTA XXIII (continuação)29210000Poema
/pt/t/11337/os-castelos-d-joao-o-primeiroOs Castelos - D João O Primeiro29200000Poema
/pt/t/858/sou-o-fantasma-de-um-reiSou o fantasma de um rei29170100Poema
/pt/t/1121/durmo-ou-nao-passam-juntas-em-minha-almaDurmo ou não? Passam juntas em minha alma29130000Poema
/pt/t/700/montes-e-a-paz-que-ha-neles-pois-sao-longeMontes, e a paz que há neles, pois são longe29130000Poema
/pt/t/1180/se-ha-arte-ou-ciencia-para-ler-a-sinaSe há arte ou ciência para ler a sina29130000Poema
/pt/t/776/carta-a-maeCARTA À MÃE29110000Poema
/pt/t/951/o-som-do-relogioO som do relógio29090100Poema
/pt/t/1211/sonoSONO29090300Poema
/pt/t/1813/quando-e-que-o-cativeiroQuando é que o cativeiro29090000Poema
/pt/t/1087/depois-que-o-som-da-terra-que-e-nao-te-loDepois que o som da terra, que é não tê-lo,29080000Poema
/pt/t/1051/uma-maior-solidaoUma maior solidão29050000Poema
/pt/t/888/vento-que-passasVento que passas29050000Poema
/pt/t/1167/ah-quero-as-relvas-e-as-criancasAh, quero as relvas e as crianças!29040000Poema
/pt/t/1242/uma-pausauma pausa29020000Poema
/pt/t/1448/a-sensationist-poemA SENSATIONIST POEM29010000Poema
/pt/t/981/o-grande-sol-na-eiraO grande sol na eira29010100Poema
/pt/t/1019/em-plena-vida-e-violenciaEm plena vida e violência28980000Poema
/pt/t/1041/as-nuvens-sao-sombriasAs nuvens são sombrias28970000Poema
/pt/t/1460/mania-of-doubtMANIA OF DOUBT28970000Poema
/pt/t/1231/acto-ivACTO IV28970000Poema
/pt/t/681/porque-e-que-um-sono-agitaPorque é que um sono agita28960000Poema
/pt/t/779/cartas-a-isaac-del-vando-villarCARTAS A ISAAC DEL VANDO-VILLAR28930000Poema
/pt/t/1303/salazar-e-o-estado-novoSALAZAR E O ESTADO NOVO28930000Poema
/pt/t/1061/ser-consciente-e-talvez-um-esquecimentoSer consciente é talvez um esquecimento28920000Poema
/pt/t/1031/sonhei-despertoSonhei Desperto28910100Poema
/pt/t/1207/sou-o-espirito-da-trevaSou o Espírito da treva,28910100Poema
/pt/t/1270/vii-ocidenteVII - Ocidente28900000Poema
/pt/t/992/quero-ser-livre-insinceroQuero ser livre insincero28900000Poema
/pt/t/958/relogio-morreRelógio, morre28890000Poema
/pt/t/1089/ouco-sem-ver-e-assim-entre-o-arvoredoOuço sem ver, e assim, entre o arvoredo,28880100Poema
/pt/t/1456/meantimeMEANTIME28880000Poema
/pt/t/945/vou-com-um-passo-como-de-ir-pararVou com um passo como de ir parar28870100Poema
/pt/t/2068/d-sebastiao-rei-de-portugalD SEBASTIÃO Rei de Portugal28840000Poema
/pt/t/1243/uma-pausauma pausa28830000Poema
/pt/t/635/manha-dos-outros-o-sol-que-das-confiancaManhã dos outros! Ó sol que dás confiança28830000Poema
/pt/t/1003/enfia-a-agulhaEnfia, a agulha,28820100Poema
/pt/t/1459/the-story-of-salomon-wasteTHE STORY OF SALOMON WASTE28820000Poema
/pt/t/1205/ah-como-o-sono-e-a-verdade-e-a-unicaAh, como o sono é a verdade, e a única28810100Poema
/pt/t/924/brincava-a-criancaBrincava a criança28810100Poema
/pt/t/699/onda-que-enrolada-tornasOnda que, enrolada, tornas,28810000Poema
/pt/t/929/meu-coracao-esteve-sempreMeu coração esteve sempre28790100Poema
/pt/t/906/ligeiaLIGEIA28790000Poema
/pt/t/1462/doubtDOUBT28790000Poema
/pt/t/1295/o-caso-aleister-crowleyO CASO ALEISTER CROWLEY28780000Poema
/pt/t/864/o-mundo-rui-a-meu-redor-escombro-a-escombroO mundo rui a meu redor, escombro a escombro28780000Poema
/pt/t/1020/na-orla-do-vento-movemNa orla do vento movem28750100Poema
/pt/t/973/fito-me-frente-a-frenteFito-me frente a frente28740010Poema
/pt/t/1141/palida-a-lua-permanecePálida, a Lua permanece28740000Poema
/pt/t/1196/sim-esta-tudo-certoSim, está tudo certo28730000Poema
/pt/t/1388/as-the-loneAs the lone28730000Poema
/pt/t/841/carta-xlviiiCARTA XLVIII28730000Poema
/pt/t/1153/nesta-grande-oscilacaoNesta grande oscilação28720000Poema
/pt/t/1452/regretREGRET28710000Poema
/pt/t/712/ironiaIRONIA28710000Poema
/pt/t/756/carta-viiCARTA VII28700100Poema
/pt/t/1304/associacoes-secretasASSOCIAÇÕES SECRETAS28680000Poema
/pt/t/1348/viiVII28660000Poema
/pt/t/1269/vi-os-colombosVI - Os Colombos28660000Poema
/pt/t/1457/on-an-ankleON AN ANKLE28660000Poema
/pt/t/1417/iiII28640000Poema
/pt/t/1112/talhei-artifice-de-um-morto-ritoTalhei, artífice de um morto rito,28640100Poema
/pt/t/1105/na-noite-em-que-nao-durmoNa noite em que não durmo28630000Poema
/pt/t/1094/nesta-vida-em-que-sou-meu-sonoNesta vida, em que sou meu sono,28630000Poema
/pt/t/1443/ship-sailing-out-to-seaShip sailing out to sea,28630000Poema
/pt/t/1464/desolationDESOLATION28620000Poema
/pt/t/1119/sonhei-confuso-e-o-sono-foi-dispersoSonhei, confuso, e o sono foi disperso,28610000Poema
/pt/t/865/lhommeL'HOMME28610000Poema
/pt/t/874/outros-teraoOutros terão28600000Poema
/pt/t/696/grandes-misterios-habitamGrandes mistérios habitam28590000Poema
/pt/t/579/vV28590000Poema
/pt/t/677/vai-alto-pela-folhagemVai alto pela folhagem28580000Poema
/pt/t/849/poemas-dispersosPOEMAS DISPERSOS28580000Poema
/pt/t/1086/o-ponteiro-dos-segundosO ponteiro dos segundos28580000Poema
/pt/t/1249/terceiroTERCEIRO28580000Poema
/pt/t/1228/faustoFAUSTO28570000Poema
/pt/t/955/a-tua-carne-calmaA tua carne calma28570000Poema
/pt/t/968/vai-leve-a-sombraVai leve a sombra28570000Poema
/pt/t/934/em-torno-ao-candeeiro-desoladoEm torno ao candeeiro desolado28560000Poema
/pt/t/866/porque-vivo-quem-sou-o-que-sou-quem-me-levaPorque vivo, quem sou, o que sou, quem me leva?28550000Poema
/pt/t/1075/como-nuvens-pelo-ceuComo nuvens pelo céu28550000Poema
/pt/t/1275/xii-preceXII - Prece28550000Poema
/pt/t/1445/when-shall-we-restWhen shall we rest?28550000Poema
/pt/t/1447/the-master-said-you-must-not-heedThe Master said you must not heed28530000Poema
/pt/t/656/vaga-no-azul-amplo-soltaVaga, no azul amplo solta,28530000Poema
/pt/t/695/chove-ha-silencio-porque-a-mesma-chuvaChove Há silêncio, porque a mesma chuva28520100Poema
/pt/t/631/dorme-enquanto-eu-veloDorme enquanto eu velo28520000Poema
/pt/t/1148/renego-lapis-partidoRenego, lápis partido,28520000Poema
/pt/t/1187/era-isso-mesmoEra isso mesmo28520000Poema
/pt/t/1308/textos-sobre-orpheuTEXTOS SOBRE ORPHEU28510000Poema
/pt/t/1078/a-aranha-do-meu-destinoA aranha do meu destino28500000Poema
/pt/t/743/carta-viiCARTA VII28490000Poema
/pt/t/1183/a-montanha-por-acharA montanha por achar28490000Poema
/pt/t/1453/alentejo-seen-from-the-trainALENTEJO SEEN FROM THE TRAIN28490000Poema
/pt/t/778/carta-iiCARTA II28480000Poema
/pt/t/843/cartas-a-sampaio-brunoCARTAS A SAMPAIO BRUNO28480000Poema
/pt/t/1306/um-caso-de-mediumnidadeUM CASO DE MEDIUMNIDADE28470000Poema
/pt/t/1403/xxviiXXVII28470000Poema
/pt/t/705/tenho-do-das-estrelasTenho dó das estrelas28460000Poema
/pt/t/1084/la-fora-onde-arvores-saoLá fora onde árvores são28460000Poema
/pt/t/1104/tudo-foi-dito-antes-que-se-dissesseTudo foi dito antes que se dissesse28460000Poema
/pt/t/1129/tenho-esperanca-nao-tenhoTenho esperança? Não tenho28450000Poema
/pt/t/1455/la-chercheuseLA CHERCHEUSE28450000Poema
/pt/t/1430/sister-cecilySISTER CECILY28440000Poema
/pt/t/782/cartas-a-joao-gaspar-simoesCARTAS A JOÃO GASPAR SIMÕES28440000Poema
/pt/t/1006/passam-na-rua-os-cortejosPassam na rua os cortejos28430000Poema
/pt/t/872/tudo-quanto-sonhei-tenho-perdidoTudo quanto sonhei tenho perdido28430000Poema
/pt/t/1461/approachingAPPROACHING28430000Poema
/pt/t/1206/aquilo-que-a-gente-lembraAquilo que a gente lembra28430000Poema
/pt/t/1149/se-eu-sentir-sonoSe eu sentir sono,28420000Poema
/pt/t/1421/suspenseSUSPENSE28420000Poema
/pt/t/1285/segundoSEGUNDO28410100Poema
/pt/t/893/os-deuses-nao-os-reis-sao-os-tiranosOs deuses, não os reis, são os tiranos28410000Poema
/pt/t/1097/ladram-uns-caes-a-distanciaLadram uns cães à distância,28410000Poema
/pt/t/871/pudesse-eu-como-o-luarPudesse eu como o luar28400000Poema
/pt/t/947/aqui-esta-se-sossegadoAqui está-se sossegado,28400100Poema
/pt/t/1230/acto-iiiACTO III28400000Poema
/pt/t/1204/ouvi-os-sabios-todos-discutirOuvi os sábios todos discutir,28390000Poema
/pt/t/868/a-noiteÀ NOITE28390000Poema
/pt/t/977/nao-quero-mais-que-um-som-de-aguaNão quero mais que um som de água28380000Poema
/pt/t/1412/the-mad-fiddlerTHE MAD FIDDLER28380000Poema
/pt/t/1079/ah-so-eu-seiAh, só eu sei28370000Poema
/pt/t/1024/no-chao-do-ceu-o-sol-que-acaba-ardeNo chão do céu o Sol que acaba arde28370000Poema
/pt/t/839/carta-xliCARTA XLI28370000Poema
/pt/t/773/carta-xxiiiCARTA XXIII28370000Poema
/pt/t/1026/cheguei-a-janelaCheguei à janela,28360000Poema
/pt/t/1257/terceiraTERCEIRA28360000Poema
/pt/t/1174/tudo-que-amei-se-e-que-o-amei-ignoroTudo que amei, se é que o amei, ignoro,28360000Poema
/pt/t/2056/d-sebastiaoD SEBASTIÃO28360000Poema
/pt/t/1418/the-poemTHE POEM28350000Poema
/pt/t/823/carta-a-leonardo-coimbraCARTA A LEONARDO COIMBRA28350000Poema
/pt/t/627/sacadura-cabralSACADURA CABRAL28350000Poema
/pt/t/758/carta-ixCARTA IX28330000Poema
/pt/t/883/cansa-ser-sentir-doi-pensar-destruiCansa ser, sentir dói, pensar destrui28330000Poema
/pt/t/1428/emptinessEMPTINESS28330000Poema
/pt/t/1402/xxviXXVI28330000Poema
/pt/t/1271/viii-fernao-de-magalhaesVIII - Fernão de Magalhães28330000Poema
/pt/t/1262/uma-asa-do-grifoUMA ASA DO GRIFO28320000Poema
/pt/t/1144/verdadeiramenteVerdadeiramente28320000Poema
/pt/t/1297/o-automovel-desaparecidoO AUTOMÓVEL DESAPARECIDO28320000Poema
/pt/t/1330/thus-did-the-hours-slide-from-their-tangled-handsThus did the hours slide from their tangled hands28310000Poema
/pt/t/1143/boiam-farrapos-de-sombraBóiam farrapos de sombra28310000Poema
/pt/t/1446/wake-with-the-sun-wake-with-the-mornWake with the Sun, wake with the morn28310000Poema
/pt/t/710/abdicacaoABDICAÇÃO28310000Poema
/pt/t/1434/nothingNOTHING28300000Poema
/pt/t/1161/teu-perfil-teu-olhar-real-ou-feitoTeu perfil, teu olhar real ou feito,28300000Poema
/pt/t/1164/onde-quer-que-o-arado-o-seu-traco-consigaOnde quer que o arado o seu traço consiga28300000Poema
/pt/t/1311/tabua-bibliograficaTÁBUA BIBLIOGRÁFICA28300000Poema
/pt/t/1360/vV28300000Poema
/pt/t/1441/horizonHORIZON28290000Poema
/pt/t/884/a-mao-invisivel-do-vento-roca-por-cima-das-ervasA mão invisível do vento roça por cima das ervas28290000Poema
/pt/t/749/carta-iiCARTA II28280000Poema
/pt/t/747/carta-a-antonio-correia-de-oliveiraCARTA A ANTÓNIO CORREIA DE OLIVEIRA28280000Poema
/pt/t/1438/isisISIS28280000Poema
/pt/t/1415/dreamDREAM28280000Poema
/pt/t/1198/um-dia-baco-mas-nao-frioUm dia baço mas não frio28280000Poema
/pt/t/1159/do-fundo-do-fim-do-mundoDo fundo do fim do mundo28270000Poema
/pt/t/1147/tenho-escrito-muitos-versosTenho escrito muitos versos,28270000Poema
/pt/t/1313/apontamentos-intimosAPONTAMENTOS ÍNTIMOS28270000Poema
/pt/t/852/estado-de-almaESTADO DE ALMA28270000Poema
/pt/t/741/carta-vCARTA V28260000Poema
/pt/t/1192/a-mao-posta-sobre-a-mesaA mão posta sobre a mesa,28260000Poema
/pt/t/1092/que-suave-e-o-ar-como-pareceQue suave é o ar! Como parece28250000Poema
/pt/t/880/quando-era-jovem-euQuando era jovem, eu a mim dizia:28240000Poema
/pt/t/1429/monotonyMONOTONY28240000Poema
/pt/t/1454/the-lipTHE LIP28240000Poema
/pt/t/1410/xxxivXXXIV28230000Poema
/pt/t/1404/xxviiiXXVIII28230000Poema
/pt/t/1253/setimo-iSÉTIMO (I)28220000Poema
/pt/t/1052/chove-que-fiz-eu-da-vidaChove Que fiz eu da vida?28220000Poema
/pt/t/1017/nao-fiz-nada-bem-sei-nem-o-fareiNão fiz nada, bem sei, nem o farei,28210000Poema
/pt/t/1077/quando-ja-nada-nos-restaQuando já nada nos resta28200000Poema
/pt/t/1106/vai-alta-a-nuvem-que-passaVai alta a nuvem que passa,28200000Poema
/pt/t/976/se-eu-pudesse-nao-ter-o-ser-que-tenhoSe eu pudesse não ter o ser que tenho28200000Poema
/pt/t/775/carta-a-camilo-pessanhaCARTA A CAMILO PESSANHA28200000Poema
/pt/t/808/carta-xxviCARTA XXVI28200000Poema
/pt/t/1424/prayerPRAYER28200000Poema
/pt/t/1450/heart-musicHEART-MUSIC28200000Poema
/pt/t/1427/iiiIII28190000Poema
/pt/t/1432/far-awayFAR AWAY28180000Poema
/pt/t/1370/xvXV28180000Poema
/pt/t/807/carta-xxvCARTA XXV28170000Poema
/pt/t/937/o-loucoO LOUCO28160000Poema
/pt/t/1039/tenho-sono-em-pleno-diaTenho sono em pleno dia28160000Poema
/pt/t/1371/xviXVI28160000Poema
/pt/t/1409/xxxiiiXXXIII28150000Poema
/pt/t/915/universal-lamentoUniversal lamento28150000Poema
/pt/t/721/iniciacaoINICIAÇÃO28150000Poema
/pt/t/1081/lampada-desertaLâmpada deserta,28140000Poema
/pt/t/1310/a-proposito-de-alberto-caeiroA PROPÓSITO DE ALBERTO CAEIRO28140000Poema
/pt/t/1274/xi-a-ultima-nauXI - A última nau28140000Poema
/pt/t/1194/antonio-de-oliveira-salazarAntónio de Oliveira Salazar28130000Poema
/pt/t/1413/lycanthropyLYCANTHROPY28130000Poema
/pt/t/1376/xxiXXI28130000Poema
/pt/t/930/hoje-stou-triste-stou-tristeHoje stou triste, stou triste28130000Poema
/pt/t/1375/xxXX28120000Poema
/pt/t/1298/na-farmacia-do-evaristoNA FARMÁCIA DO EVARISTO28120000Poema
/pt/t/1416/elsewhereELSEWHERE28110000Poema
/pt/t/1200/elegia-na-sombraELEGIA NA SOMBRA28110000Poema
/pt/t/1054/desperto-sempre-antes-que-raie-o-diaDesperto sempre antes que raie o dia28110000Poema
/pt/t/725/intervaloINTERVALO28110000Poema
/pt/t/610/a-tirania-do-auxilio-havia-entre-nos-quem-em-vez-de-mandar-nos-outros-em-vez-de-se-impor-aos-ouA tirania do auxílio Havia entre nós quem, em vez de mandar nos outros, em vez de se impor aos ou28110000Poema
/pt/t/881/sepulto-vive-quem-e-a-outrem-dadoSepulto vive quem é a outrem dado28100000Poema
/pt/t/1401/xxvXXV28100000Poema
/pt/t/1056/a-lua-dizem-os-inglesesA Lua (dizem os Ingleses)28090000Poema
/pt/t/1062/e-toda-a-noite-a-chuva-veioE toda a noite a chuva veio28080000Poema
/pt/t/907/nas-entressombras-de-arvoredoNas entressombras de arvoredo28080000Poema
/pt/t/718/gomes-lealGOMES LEAL28080000Poema
/pt/t/1451/to-a-handTO A HAND28080000Poema
/pt/t/1188/bem-sei-que-todas-as-magoasBem sei que todas as mágoas28070000Poema
/pt/t/1126/servo-sem-dor-de-um-desolado-intuitoServo sem dor de um desolado intuito,28070000Poema
/pt/t/1023/parece-as-vezes-que-despertoParece às vezes que desperto28060000Poema
/pt/t/855/meus-gestos-nao-sou-euMeus gestos não sou eu28060000Poema
/pt/t/932/o-sonho-que-se-opos-a-que-eu-vivesseO sonho que se opôs a que eu vivesse28060000Poema
/pt/t/1405/xxixXXIX28060000Poema
/pt/t/1186/sim-ja-seiSim, já sei28050000Poema
/pt/t/719/o-ultimo-sortilegioO ÚLTIMO SORTILÉGIO28050000Poema
/pt/t/964/o-sorte-de-olhar-mesquinhoÓ sorte de olhar mesquinho28030000Poema
/pt/t/1100/e-um-campo-verde-e-vastoÉ um campo verde e vasto,28030000Poema
/pt/t/1406/xxxXXX28030000Poema
/pt/t/1158/nao-digas-nada-que-has-me-de-dizerNão digas nada! Que hás-me de dizer?28010000Poema
/pt/t/1254/setimo-iiSÉTIMO (II)28000000Poema
/pt/t/1289/cronica-decorativaCRÓNICA DECORATIVA28000000Poema
/pt/t/1435/v-fever-gardenV - Fever garden28000000Poema
/pt/t/1053/vem-dos-lados-da-montanhaVem dos lados da montanha28000000Poema
/pt/t/963/ha-quanto-tempo-nao-cantoHá quanto tempo não canto28000000Poema
/pt/t/763/carta-xiiiCARTA XIII28000000Poema
/pt/t/745/carta-ixCARTA IX28000000Poema
/pt/t/746/carta-xCARTA X27990000Poema
/pt/t/717/abat-jourABAT-JOUR27990000Poema
/pt/t/1103/quando-com-razao-ou-semQuando, com razão ou sem,27980000Poema
/pt/t/1029/ja-ouvi-doze-vezes-dar-a-horaJá ouvi doze vezes dar a hora27970000Poema
/pt/t/1398/xxiiXXII27970000Poema
/pt/t/1034/o-mau-aroma-alacreO mau aroma álacre27960000Poema
/pt/t/827/cartas-a-mario-de-sa-carneiroCARTAS A MÁRIO DE SÁ-CARNEIRO27960000Poema
/pt/t/1131/o-vento-sopra-la-foraO vento sopra lá fora27950000Poema
/pt/t/1399/xxiiiXXIII27950000Poema
/pt/t/1426/iiII27950000Poema
/pt/t/1090/quanto-fui-jaz-quanto-serei-nao-souQuanto fui jaz Quanto serei não sou27940000Poema
/pt/t/971/meus-versos-sao-meu-sonho-dadoMeus versos são meu sonho dado27940000Poema
/pt/t/817/xxxvXXXV27940000Poema
/pt/t/848/a-tomas-ribeiro-colacoA TOMÁS RIBEIRO COLAÇO27930000Poema
/pt/t/809/carta-xxviiCARTA XXVII27930000Poema
/pt/t/783/carta-iiCARTA II27930000Poema
/pt/t/740/carta-ivCARTA IV27930000Poema
/pt/t/1064/o-que-o-seu-jeito-revelaO que o seu jeito revela27930000Poema
/pt/t/1354/xiiiXIII27930000Poema
/pt/t/1407/xxxiXXXI27920000Poema
/pt/t/1373/xviiiXVIII27920000Poema
/pt/t/623/a-memoria-do-presidente-rei-sidonio-paisÀ MEMÓRIA DO PRESIDENTE-REI SIDÓNIO PAIS27920000Poema
/pt/t/729/tomamos-a-vila-depois-dum-intenso-bombardeamentoTOMÁMOS A VILA DEPOIS DUM INTENSO BOMBARDEAMENTO27910000Poema
/pt/t/1080/no-meu-sonho-estiolaramNo meu sonho estiolaram27910000Poema
/pt/t/1008/quanto-fui-peregrinoQuanto fui peregrino27900000Poema
/pt/t/739/carta-iiiCARTA III27900000Poema
/pt/t/847/carta-a-tia-anica-d-ana-luisa-pinheiro-nogueiraCARTA À TIA ANICA (D ANA LUÍSA PINHEIRO NOGUEIRA)27900000Poema
/pt/t/792/carta-xiCARTA XI27890000Poema
/pt/t/1038/nao-sei-ser-triste-a-valerNão sei ser triste a valer27890000Poema
/pt/t/1372/xviiXVII27890000Poema
/pt/t/1437/the-broken-windowTHE BROKEN WINDOW27890000Poema
/pt/t/952/epitafio-desconhecidoEPITÁFIO DESCONHECIDO27880000Poema
/pt/t/1389/xiiiXIII27870000Poema
/pt/t/1408/xxxiiXXXII27860000Poema
/pt/t/1431/ivIV27860000Poema
/pt/t/995/e-ou-jazigo-hajaE ou jazigo haja27860000Poema
/pt/t/1069/em-outro-mundo-onde-a-vontade-e-leiEm outro mundo, onde a vontade é lei,27860000Poema
/pt/t/738/carta-iiCARTA II27860000Poema
/pt/t/736/carta-a-adriano-del-valleCARTA A ADRIANO DEL VALLE27860000Poema
/pt/t/1065/nos-jardins-municipaisNos jardins municipais27850000Poema
/pt/t/861/o-meu-tedio-nao-dormeO meu tédio não dorme27850000Poema
/pt/t/1209/dormi-sonhei-no-informe-labirintoDormi, sonhei No informe labirinto27850000Poema
/pt/t/1419/looking-at-the-tagusLOOKING AT THE TAGUS27840000Poema
/pt/t/877/os-deuses-sao-felizesOs deuses são felizes27840000Poema
/pt/t/1132/sopra-o-vento-sopra-o-ventoSopra o vento, sopra o vento,27840000Poema
/pt/t/812/carta-xxxCARTA XXX27840000Poema
/pt/t/1035/vao-breves-passandoVão breves passando27830000Poema
/pt/t/890/o-curva-do-horizonte-quem-te-passaÓ curva do horizonte, quem te passa,27830000Poema
/pt/t/1150/tudo-que-sou-nao-e-mais-do-que-abismoTudo que sou não é mais do que abismo27830000Poema
/pt/t/1176/a-nuvem-veio-e-o-sol-parouA nuvem veio e o sol parou27830000Poema
/pt/t/1420/mottoMOTTO27820000Poema
/pt/t/1411/xxxvXXXV27820000Poema
/pt/t/889/a-parte-do-indolente-e-a-abstracta-vidaA parte do indolente é a abstracta vida27820000Poema
/pt/t/904/flor-que-nao-duraFlor que não dura27820000Poema
/pt/t/1107/a-novela-inacabadaA novela inacabada,27810000Poema
/pt/t/1162/a-lampada-novaA lâmpada nova27810000Poema
/pt/t/1440/linconnueL'INCONNUE27810000Poema
/pt/t/1229/acto-iiACTO II27800000Poema
/pt/t/1363/viiiVIII27800000Poema
/pt/t/1315/prefacio-para-a-edicao-das-suas-obrasPREFÁCIO PARA A EDIÇÃO DAS SUAS OBRAS27800000Poema
/pt/t/863/schehrazadSCHEHRAZAD27800000Poema
/pt/t/854/nao-sei-o-que-desgostaNão sei o quê desgosta27800000Poema
/pt/t/789/carta-viiiCARTA VIII27800000Poema
/pt/t/761/carta-xiCARTA XI27800000Poema
/pt/t/770/carta-xxCARTA XX27800000Poema
/pt/t/716/depois-da-feiraDEPOIS DA FEIRA27790000Poema
/pt/t/938/caminho-a-teu-lado-mudoCaminho a teu lado mudo27790000Poema
/pt/t/970/vou-em-mim-como-entre-bosquesVou em mim como entre bosques,27790000Poema
/pt/t/935/e-o-vento-vagoE, ó vento vago27780000Poema
/pt/t/1091/uma-nevoa-de-outono-o-ar-raro-velaUma névoa de outono o ar raro vela27780000Poema
/pt/t/751/carta-iiCARTA II27780000Poema
/pt/t/801/carta-xxCARTA XX27780000Poema
/pt/t/1276/terceira-parteTERCEIRA PARTE27780000Poema
/pt/t/1173/sim-vem-um-canto-na-noiteSim, vem um canto na noite27780000Poema
/pt/t/1193/sim-e-o-estado-novo-e-o-povoSim, é o Estado Novo, e o povo27770000Poema
/pt/t/768/carta-xviiiCARTA XVIII27770000Poema
/pt/t/850/nova-ilusaoNOVA ILUSÃO27770000Poema
/pt/t/873/a-lembrada-cancaoA lembrada canção,27770000Poema
/pt/t/896/ah-toca-suavementeAh, toca suavemente27770000Poema
/pt/t/862/algaALGA27760000Poema
/pt/t/810/carta-xxviiiCARTA XXVIII27760000Poema
/pt/t/816/carta-xxxivCARTA XXXIV27760000Poema
/pt/t/1125/onde-o-sossego-dormeOnde o sossego dorme27750000Poema
/pt/t/1218/iiiIII27750000Poema
/pt/t/1400/xxivXXIV27750000Poema
/pt/t/1072/o-peso-de-haver-o-mundoO PESO DE HAVER O MUNDO27740000Poema
/pt/t/969/arvore-verdeÁrvore verde,27740000Poema
/pt/t/1127/canta-onde-nada-existeCanta onde nada existe27730000Poema
/pt/t/838/carta-xxxviiiCARTA XXXVIII27730000Poema
/pt/t/737/cartas-a-alvaro-pintoCARTAS A ÁLVARO PINTO27730000Poema
/pt/t/1332/i-shall-build-thee-a-statue-that-will-beI shall build thee a statue that will be27730000Poema
/pt/t/892/nao-tragas-flores-que-eu-sofroNão tragas flores, que eu sofro27720000Poema
/pt/t/923/ha-luz-no-tojo-e-no-brejoHá luz no tojo e no brejo27710000Poema
/pt/t/781/carta-a-jaime-cortesaoCARTA A JAIME CORTESÃO27710000Poema
/pt/t/1381/vV27710000Poema
/pt/t/1382/viVI27700000Poema
/pt/t/1142/dorme-crianca-dormeDorme, criança, dorme,27700000Poema
/pt/t/885/tornar-te-as-so-quem-tu-sempre-fosteTornar-te-ás só quem tu sempre foste27700000Poema
/pt/t/1088/oscila-o-incensorio-antigoOscila o incensório antigo27700000Poema
/pt/t/1049/quando-estou-so-reconhecoQuando estou só reconheço27690000Poema
/pt/t/946/parece-que-estou-sossegandoParece que estou sossegando27690000Poema
/pt/t/780/carta-iiCARTA II27690000Poema
/pt/t/744/carta-viiiCARTA VIII27690000Poema
/pt/t/1390/xivXIV27690000Poema
/pt/t/975/sei-bem-que-nao-consigoSei bem que não consigo27680000Poema
/pt/t/752/carta-iiiCARTA III27670000Poema
/pt/t/1361/viVI27670000Poema
/pt/t/1241/uma-pausauma pausa27670000Poema
/pt/t/1203/o-veu-das-lagrimas-nao-cegaO véu das lágrimas não cega27670000Poema
/pt/t/1214/s-joaoS JOÃO27670000Poema
/pt/t/1394/xviiiXVIII27660000Poema
/pt/t/1327/even-as-he-thinks-the-lust-that-is-no-moreEven as he thinks, the lust that is no more27660000Poema
/pt/t/772/carta-xxiiCARTA XXII27660000Poema
/pt/t/798/carta-xviiCARTA XVII27660000Poema
/pt/t/844/carta-iiCARTA II27660000Poema
/pt/t/1013/passa-entre-as-sombras-de-arvoredoPassa entre as sombras de arvoredo27660000Poema
/pt/t/1057/as-lentas-nuvens-fazem-sonoAs lentas nuvens fazem sono,27650000Poema
/pt/t/1032/quando-e-que-o-cativeiroQuando é que o cativeiro27650000Poema
/pt/t/1102/deixei-de-ser-aquele-que-esperavaDeixei de ser aquele que esperava,27650000Poema
/pt/t/822/carta-a-jose-osorio-de-oliveiraCARTA A JOSÉ OSÓRIO DE OLIVEIRA27650000Poema
/pt/t/825/cartas-a-mario-beiraoCARTAS A MÁRIO BEIRÃO27650000Poema
/pt/t/1349/viiiVIII27650000Poema
/pt/t/1220/iiII27650000Poema
/pt/t/784/carta-iiiCARTA III27640000Poema
/pt/t/833/carta-viiCARTA VII27630000Poema
/pt/t/735/carta-a-adolfo-rochaCARTA A ADOLFO ROCHA27630000Poema
/pt/t/895/ah-ja-esta-tudo-lidoAh, já está tudo lido,27630000Poema
/pt/t/916/velo-na-noite-em-mimVelo, na noite em mim,27630000Poema
/pt/t/908/dormir-nao-ter-desejos-nem-sperancasDormir! Não ter desejos nem speranças27630000Poema
/pt/t/1272/ixIX27630000Poema
/pt/t/1333/this-picture-of-our-love-will-bridge-the-agesThis picture of our love will bridge the ages27630000Poema
/pt/t/1366/xiXI27620000Poema
/pt/t/1263/a-outra-asa-do-grifoA OUTRA ASA DO GRIFO27620000Poema
/pt/t/1226/annabel-leeANNABEL LEE27620000Poema
/pt/t/1134/canto-a-leopardiCANTO A LEOPARDI27620000Poema
/pt/t/1433/episodeEPISODE27620000Poema
/pt/t/1436/iiII27620000Poema
/pt/t/1444/mother-of-things-impossibleMother of things impossible,27620000Poema
/pt/t/903/meus-dias-passam-minha-fe-tambemMeus dias passam, minha fé também27620000Poema
/pt/t/974/talvez-que-seja-a-brisaTalvez que seja a brisa27620000Poema
/pt/t/1338/o-love-my-love-put-up-with-my-strong-willO love, my love, put up with my strong will27610000Poema
/pt/t/1216/provaveis-poemas-de-alvaro-de-camposPROVÁVEIS POEMAS DE ÁLVARO DE CAMPOS27600000Poema
/pt/t/1259/quintaQUINTA27600000Poema
/pt/t/959/quem-vende-a-verdade-e-a-que-esquinaQuem vende a verdade, e a que esquina?27600000Poema
/pt/t/926/o-que-eu-fui-o-que-eO que eu fui o que é?27600000Poema
/pt/t/912/como-as-vezes-num-dia-azul-e-mansoComo às vezes num dia azul e manso27600000Poema
/pt/t/1036/fito-me-frente-a-frenteFito-me frente a frente27600000Poema
/pt/t/766/carta-xviCARTA XVI27600000Poema
/pt/t/829/carta-iiiCARTA III27590000Poema
/pt/t/793/carta-xiiCARTA XII27590000Poema
/pt/t/794/carta-xiiiCARTA XIII27590000Poema
/pt/t/859/oca-de-conter-meOca de conter-me27590000Poema
/pt/t/1215/s-pedroS PEDRO27590000Poema
/pt/t/1293/a-origem-do-conto-do-vigarioA ORIGEM DO CONTO DO VIGÁRIO27590000Poema
/pt/t/1358/iiiIII27590000Poema
/pt/t/1395/xixXIX27590000Poema
/pt/t/1343/iiII27580000Poema
/pt/t/1347/viVI27580000Poema
/pt/t/1191/nao-tenho-que-sonhar-que-possam-dar-meNão tenho que sonhar que possam dar-me27580000Poema
/pt/t/1033/no-fundo-do-pensamentoNo fundo do pensamento27580000Poema
/pt/t/1025/o-ruido-vario-da-ruaO ruído vário da rua27580000Poema
/pt/t/795/carta-xivCARTA XIV27580000Poema
/pt/t/767/carta-xviiCARTA XVII27580000Poema
/pt/t/732/cartas-a-adolfo-casais-monteiroCARTAS A ADOLFO CASAIS MONTEIRO27580000Poema
/pt/t/787/carta-viCARTA VI27570000Poema
/pt/t/820/carta-xxxviiiCARTA XXXVIII27570000Poema
/pt/t/1055/clareia-cinzenta-a-noite-de-chuvaClareia cinzenta a noite de chuva,27570000Poema
/pt/t/1225/traducoesTRADUÇÕES27570000Poema
/pt/t/1323/o-complete-regency-of-lust-throned-onO complete regency of lust throned on27570000Poema
/pt/t/1324/now-is-apollo-sad-because-the-stealerNow is Apollo sad because the stealer27560000Poema
/pt/t/1283/terceiroTERCEIRO27560000Poema
/pt/t/1365/xX27560000Poema
/pt/t/940/a-speranca-como-um-fosforo-inda-acesoA sperança como um fósforo inda aceso,27560000Poema
/pt/t/764/carta-xivCARTA XIV27560000Poema
/pt/t/769/carta-xixCARTA XIX27560000Poema
/pt/t/796/carta-xvCARTA XV27550000Poema
/pt/t/800/carta-xixCARTA XIX27550000Poema
/pt/t/1288/quintoQUINTO27550000Poema
/pt/t/1328/ah-there-the-wanting-breath-reminds-his-lipsAh, there the wanting breath reminds his lips27540000Poema
/pt/t/1359/ivIV27540000Poema
/pt/t/900/oico-passar-o-vento-na-noiteOiço passar o vento na noite27540000Poema
/pt/t/950/pela-rua-ja-serenaPela rua já serena27530000Poema
/pt/t/936/no-fim-da-chuva-e-do-ventoNo fim da chuva e do vento27530000Poema
/pt/t/1012/se-tudo-o-que-ha-e-mentiraSe tudo o que há é mentira,27530000Poema
/pt/t/802/carta-xxiCARTA XXI27530000Poema
/pt/t/1258/quartaQUARTA27530000Poema
/pt/t/1367/xiiXII27520000Poema
/pt/t/1385/ixIX27520000Poema
/pt/t/799/carta-xviiiCARTA XVIII27520000Poema
/pt/t/828/carta-iiCARTA II27520000Poema
/pt/t/755/carta-viCARTA VI27520000Poema
/pt/t/757/carta-viiiCARTA VIII27520000Poema
/pt/t/726/conselhoCONSELHO27520000Poema
/pt/t/1004/parece-estar-calor-mas-nasceParece estar calor, mas nasce27520000Poema
/pt/t/1043/se-penso-mais-que-um-momentoSe penso mais que um momento27520000Poema
/pt/t/1096/vi-passar-num-misterio-concedidoVi passar, num mistério concedido,27510000Poema
/pt/t/972/deixa-me-ouvir-o-que-nao-oucoDeixa-me ouvir o que não ouço27510000Poema
/pt/t/876/cansado-ate-dos-deuses-que-nao-saoCansado até dos deuses que não são27510000Poema
/pt/t/762/carta-xiiCARTA XII27510000Poema
/pt/t/1396/xxXX27510000Poema
/pt/t/1346/vV27500000Poema
/pt/t/1280/quintoQUINTO27500000Poema
/pt/t/1166/o-sol-que-doura-as-neves-afastadasO sol que doura as neves afastadas27500000Poema
/pt/t/774/carta-xxivCARTA XXIV27500000Poema
/pt/t/941/a-palida-luz-da-manha-de-invernoA pálida luz da manhã de Inverno,27500000Poema
/pt/t/1027/ha-um-murmurio-na-florestaHá um murmúrio na floresta,27500000Poema
/pt/t/1010/por-quem-foi-que-me-trocaramPor quem foi que me trocaram27490000Poema
/pt/t/1066/porque-o-sagrado-sobre-a-minha-vidaPorque, ó Sagrado, sobre a minha vida27490000Poema
/pt/t/967/depois-que-todos-foramDepois que todos foram27490000Poema
/pt/t/765/carta-xvCARTA XV27490000Poema
/pt/t/815/carta-xxxiiiCARTA XXXIII27490000Poema
/pt/t/797/carta-xviCARTA XVI27490000Poema
/pt/t/1252/sextoSEXTO27490000Poema
/pt/t/1351/xX27490000Poema
/pt/t/1251/quintoQUINTO27480000Poema
/pt/t/1140/vai-la-longe-na-florestaVai lá longe, na floresta,27480000Poema
/pt/t/834/carta-xviCARTA XVI27480000Poema
/pt/t/986/gostara-realmenteGostara, realmente,27480000Poema
/pt/t/989/deixo-ao-cego-e-ao-surdoDeixo ao cego e ao surdo27480000Poema
/pt/t/1115/a-miseria-do-meu-serA miséria do meu ser,27470000Poema
/pt/t/821/carta-xxxixCARTA XXXIX27470000Poema
/pt/t/806/carta-xxivCARTA XXIV27470000Poema
/pt/t/608/no-campo-da-adaptacao-material-dizia-eu-ha-em-todo-o-caso-uma-outra-hipotese-e-a-da-ditadura-reNo campo da adaptação material, dizia eu, há em todo o caso uma outra hipótese É a da ditadura re27470000Poema
/pt/t/1307/um-caso-de-mediumnidadeUM CASO DE MEDIUMNIDADE27470000Poema
/pt/t/1439/ennuiENNUI27470000Poema
/pt/t/1312/nota-biograficaNOTA BIOGRÁFICA27460000Poema
/pt/t/1157/ja-me-nao-pesa-tanto-o-vir-da-morteJá me não pesa tanto o vir da morte27460000Poema
/pt/t/922/durmo-regresso-ou-esperoDurmo Regresso ou espero?27460000Poema
/pt/t/894/la-fora-a-vida-estua-e-tem-dinheiroLá fora a vida estua e tem dinheiro27460000Poema
/pt/t/804/carta-xxiiiCARTA XXIII27450000Poema
/pt/t/1151/sangra-me-o-coracao-tudo-que-pensoSangra-me o coração Tudo que penso27450000Poema
/pt/t/1392/xviXVI27450000Poema
/pt/t/1391/xvXV27440000Poema
/pt/t/1379/iiiIII27440000Poema
/pt/t/1182/bem-sei-que-ha-ilhas-la-ao-sul-de-tudoBem sei que há ilhas lá ao sul de tudo27440000Poema
/pt/t/1250/quartoQUARTO27440000Poema
/pt/t/949/mas-o-hospede-inconvidadoMas o hóspede inconvidado27440000Poema
/pt/t/1128/durmo-cheio-de-nada-e-amanhaDurmo, cheio de nada, e amanhã27440000Poema
/pt/t/1002/e-boa-se-fossem-malmequeresÉ boa! Se fossem malmequeres!27440000Poema
/pt/t/961/mais-triste-do-que-o-que-aconteceMais triste do que o que acontece27430000Poema
/pt/t/911/amielAMIEL27430000Poema
/pt/t/786/carta-vCARTA V27430000Poema
/pt/t/1227/hino-a-paHINO A PÃ27430000Poema
/pt/t/1386/xX27430000Poema
/pt/t/1422/iiiIII27420000Poema
/pt/t/1352/xiXI27420000Poema
/pt/t/1442/iiII27420000Poema
/pt/t/965/dormi-sonheiDormi Sonhei27420000Poema
/pt/t/1071/nao-nao-e-nesse-lago-entre-rochedosNão, não é nesse lago entre rochedos,27420000Poema
/pt/t/1101/falhei-os-astros-seguem-seu-caminhoFalhei Os astros seguem seu caminho27410000Poema
/pt/t/1108/iI27410000Poema
/pt/t/1007/como-um-vento-na-florestaComo um vento na floresta,27410000Poema
/pt/t/948/o-ceu-de-todos-os-invernosO céu de todos os Invernos27410000Poema
/pt/t/837/carta-xxxviiCARTA XXXVII27410000Poema
/pt/t/1286/terceiroTERCEIRO27410000Poema
/pt/t/1138/sa-carneiroSÁ-CARNEIRO27410000Poema
/pt/t/835/carta-xxxiiiCARTA XXXIII27400000Poema
/pt/t/813/carta-xxxiCARTA XXXI27390000Poema
/pt/t/905/aqui-neste-profundo-apartamentoAqui neste profundo apartamento27390000Poema
/pt/t/1179/deslembro-incertamente-meu-passadoDeslembro incertamente Meu passado27390000Poema
/pt/t/1221/para-alem-doutro-oceanoPARA ALÉM DOUTRO OCEANO27390000Poema
/pt/t/1335/thy-death-has-given-me-a-higher-lustThy death has given me a higher lust27390000Poema
/pt/t/1393/xviiXVII27390000Poema
/pt/t/1364/ixIX27380000Poema
/pt/t/1217/iiII27380000Poema
/pt/t/1233/o-interregno-defesa-e-justificacaoO INTERREGNO DEFESA E JUSTIFICAÇÃO27380000Poema
/pt/t/944/qual-e-a-tarde-por-acharQual é a tarde por achar27380000Poema
/pt/t/994/meu-ruido-de-alma-calaMeu ruído de alma cala27380000Poema
/pt/t/709/na-quinta-entre-ciprestesNa quinta entre ciprestes27380000Poema
/pt/t/1063/palida-sombra-esvoacaPálida sombra esvoaça27370000Poema
/pt/t/857/deusDEUS27370000Poema
/pt/t/1256/segundaSEGUNDA27370000Poema
/pt/t/1357/iiII27370000Poema
/pt/t/1384/viiiVIII27370000Poema
/pt/t/1331/now-he-is-something-anyone-can-beNow he is something anyone can be27360000Poema
/pt/t/913/o-contra-simboloO CONTRA-SÍMBOLO27360000Poema
/pt/t/788/carta-viiCARTA VII27360000Poema
/pt/t/771/carta-xxiCARTA XXI27360000Poema
/pt/t/753/carta-ivCARTA IV27350000Poema
/pt/t/1037/nao-tenho-quinta-nenhumaNão tenho quinta nenhuma27350000Poema
/pt/t/1326/his-hand-and-mouth-knew-games-to-reinstallHis hand and mouth knew games to reinstall27350000Poema
/pt/t/1287/quartoQUARTO27350000Poema
/pt/t/1278/terceiroTERCEIRO27340000Poema
/pt/t/1279/quartoQUARTO27340000Poema
/pt/t/996/gnomos-do-luar-que-faz-selvasGnomos do luar que faz selvas27340000Poema
/pt/t/1068/eh-como-outrora-era-outra-a-que-eu-nao-tinhaEh, como outrora era outra a que eu não tinha!27340000Poema
/pt/t/1073/lembro-me-ou-nao-ou-sonheiLembro-me ou não? Ou sonhei?27340000Poema
/pt/t/1095/vai-pela-estrada-que-na-colinaVai pela estrada que na colina27340000Poema
/pt/t/891/e-uma-brisa-leveÉ uma brisa leve27340000Poema
/pt/t/791/carta-xCARTA X27340000Poema
/pt/t/826/carta-iiCARTA II27340000Poema
/pt/t/819/carta-xxxviiCARTA XXXVII27330000Poema
/pt/t/860/dentro-em-meu-coracao-faz-dorDentro em meu coração faz dor27330000Poema
/pt/t/867/no-alto-da-tua-sombra-a-prumo-sobreNo alto da tua sombra, a prumo sobre27330000Poema
/pt/t/993/o-rio-que-passa-duraO rio que passa dura27330000Poema
/pt/t/1181/bem-sei-que-estou-endoidecendoBem sei que estou endoidecendo27330000Poema
/pt/t/1177/divido-o-que-conhecoDivido o que conheço27330000Poema
/pt/t/1345/ivIV27330000Poema
/pt/t/1339/all-that-thou-art-now-is-thyself-and-iAll that thou art now is thyself and I27330000Poema
/pt/t/1369/xivXIV27330000Poema
/pt/t/1368/xiiiXIII27320000Poema
/pt/t/1000/tao-vago-e-o-vento-que-pareceTão vago é o vento que parece27320000Poema
/pt/t/1015/cai-chuva-do-ceu-cinzentoCai chuva do céu cinzento27310000Poema
/pt/t/1168/deixei-atras-os-erros-do-que-fuiDeixei atrás os erros do que fui,27310000Poema
/pt/t/1334/thus-went-he-like-a-lover-who-is-waitingThus went he, like a lover who is waiting,27300000Poema
/pt/t/1329/take-all-the-female-loveliness-of-earthTake all the female loveliness of earth27300000Poema
/pt/t/1030/paisagens-quero-as-comigoPaisagens, quero-as comigo27300000Poema
/pt/t/1050/ve-la-faz-pena-de-sperancaVê-la faz pena de sperança27300000Poema
/pt/t/785/carta-ivCARTA IV27300000Poema
/pt/t/754/carta-vCARTA V27300000Poema
/pt/t/811/carta-xxixCARTA XXIX27290000Poema
/pt/t/1044/nao-digas-que-sepulto-ja-nao-senteNão digas que, sepulto, já não sente27290000Poema
/pt/t/1277/segundoSEGUNDO27290000Poema
/pt/t/1318/initiation-4continuacaoINITIATION [4(CONTINUAÇÃO)27280000Poema
/pt/t/1281/iiII27270000Poema
/pt/t/1122/nada-passaram-nuvens-e-eu-fiqueiNada Passaram nuvens e eu fiquei27270000Poema
/pt/t/920/pelo-plaino-sem-caminhoPelo plaino sem caminho27270000Poema
/pt/t/982/pois-cai-um-grande-e-calmo-efeitoPois cai um grande e calmo efeito27270000Poema
/pt/t/887/o-curva-do-horizonte-quem-te-passaÓ curva do horizonte, quem te passa,27260000Poema
/pt/t/1011/leve-no-cimo-das-ervasLeve no cimo das ervas27260000Poema
/pt/t/1353/xiiXII27260000Poema
/pt/t/1378/iiII27260000Poema
/pt/t/1380/ivIV27250000Poema
/pt/t/1362/viiVII27250000Poema
/pt/t/1325/o-hadrian-what-will-now-thy-cold-life-beO Hadrian, what will now thy cold life be?27250000Poema
/pt/t/1178/comeca-no-ar-da-antemanhaComeça, no ar da antemanhã,27250000Poema
/pt/t/910/glosasGLOSAS27250000Poema
/pt/t/803/carta-xxiiCARTA XXII27250000Poema
/pt/t/1201/desce-a-nevoa-da-montanhaDesce a névoa da montanha,27240000Poema
/pt/t/1383/viiVII27240000Poema
/pt/t/1387/xiXI27240000Poema
/pt/t/1255/iiiIII27230000Poema
/pt/t/1260/ivIV27230000Poema
/pt/t/790/carta-ixCARTA IX27230000Poema
/pt/t/898/hoje-neste-ocio-incertoHoje, neste ócio incerto27230000Poema
/pt/t/954/glosaGLOSA27230000Poema
/pt/t/1133/eram-varoes-todosEram varões todos,27220000Poema
/pt/t/1110/de-alem-das-montanhasDe além das montanhas,27220000Poema
/pt/t/1397/xxiXXI27220000Poema
/pt/t/1340/and-here-memory-or-statue-we-shall-standAnd here, memory or statue, we shall stand,27220000Poema
/pt/t/1246/segundoSEGUNDO27210000Poema
/pt/t/1042/guardo-ainda-como-um-pasmoGuardo ainda, como um pasmo27210000Poema
/pt/t/931/passava-eu-na-estrada-pensando-imprecisoPassava eu na estrada pensando impreciso,27190000Poema
/pt/t/1341/it-rained-still-but-slow-treading-night-came-inIt rained still But slow-treading night came in,27190000Poema
/pt/t/1248/segundoSEGUNDO27180000Poema
/pt/t/1136/deixem-me-o-sono-sei-que-e-ja-manhaDeixem-me o sono! Sei que é já manhã27180000Poema
/pt/t/939/ha-uma-musica-do-povoHá uma música do povo,27180000Poema
/pt/t/878/cai-chuvaCai chuva27180000Poema
/pt/t/1014/ha-um-grande-som-no-arvoredoHá um grande som no arvoredo27180000Poema
/pt/t/998/na-margem-verde-da-estradaNa margem verde da estrada27180000Poema
/pt/t/814/carta-xxxiiCARTA XXXII27170000Poema
/pt/t/1267/ivIV27170000Poema
/pt/t/1302/na-farmacia-do-evaristo-4continuacaoNA FARMÁCIA DO EVARISTO [4(CONTINUAÇÃO)27170000Poema
/pt/t/1264/segunda-parteSEGUNDA PARTE27160000Poema
/pt/t/1282/segundoSEGUNDO27160000Poema
/pt/t/1247/iiII27160000Poema
/pt/t/1195/nao-quero-rosas-desde-que-haja-rosasNão quero rosas, desde que haja rosas27160000Poema
/pt/t/1212/s-antonioS ANTÓNIO27150000Poema
/pt/t/742/carta-viCARTA VI27150000Poema
/pt/t/933/e-inda-quente-o-fim-do-diaÉ inda quente o fim do dia27150000Poema
/pt/t/988/entre-o-luar-e-o-arvoredoEntre o luar e o arvoredo,27140000Poema
/pt/t/966/doi-me-quem-sou-e-em-meio-da-emocaoDói-me quem sou E em meio da emoção27140000Poema
/pt/t/1300/na-farmacia-do-evaristo-4continuacaoNA FARMÁCIA DO EVARISTO [4(CONTINUAÇÃO)27140000Poema
/pt/t/1350/ixIX27140000Poema
/pt/t/960/na-noite-que-me-desconheceNa noite que me desconhece27130000Poema
/pt/t/979/quem-me-roubou-quem-nunca-fui-e-a-vidaQuem me roubou quem nunca fui e a vida?27110000Poema
/pt/t/1048/no-ceu-da-noite-que-comecaNo céu da noite que começa27110000Poema
/pt/t/1005/gradual-desde-que-o-calorGradual, desde que o calor27090000Poema
/pt/t/846/carta-iiCARTA II27090000Poema
/pt/t/1245/iI27090000Poema
/pt/t/1265/iiII27090000Poema
/pt/t/962/o-ervas-frescas-que-cobrisÓ ervas frescas que cobris27080000Poema
/pt/t/1301/na-farmacia-do-evaristo-4continuacaoNA FARMÁCIA DO EVARISTO [4(CONTINUAÇÃO)27070000Poema
/pt/t/1299/na-farmacia-do-evaristo-4continuacaoNA FARMÁCIA DO EVARISTO [4(CONTINUAÇÃO)27070000Poema
/pt/t/1284/iiiIII27060000Poema
/pt/t/1156/i-sonho-sem-fimI - Sonho sem fim27050000Poema
/pt/t/1016/incidenteINCIDENTE27050000Poema
/pt/t/1047/bem-hoje-que-estou-so-e-posso-verBem, hoje que estou só e posso ver27040000Poema
/pt/t/1135/como-e-por-dentro-outra-pessoaComo é por dentro outra pessoa27040000Poema
/pt/t/1344/iiiIII27020000Poema
/pt/t/1117/i-a-crianca-que-fuiI - A criança que fui27020000Poema
/pt/t/1261/vV27010000Poema
/pt/t/1123/eu-me-resigno-ha-no-alto-da-montanhaEu me resigno Há no alto da montanha27000000Poema
/pt/t/1114/meu-coracao-tardou-meu-coracaoMeu coração tardou Meu coração27000000Poema
/pt/t/953/nas-grandes-horas-em-que-a-insonia-avultaNas grandes horas em que a insónia avulta26960000Poema
/pt/t/1337/but-this-is-true-andBut this is true and mine own art: the god26950000Poema
/pt/t/1266/iiiIII26940000Poema
/pt/t/37532/a-memoria-e-a-conscienciaA memória é a consciência2130000Citação
/pt/t/24453/paro-as-vezes-a-beiraParo às vezes à beira2070000Citação
/pt/t/37587/muitos-nao-sabem-propriamente-distinguirMuitos não sabem propriamente distinguir1790000Citação
/pt/t/24451/enquanto-nao-atravessarmos-na-dorEnquanto não atravessarmos na dor1730000Citação
/pt/t/24447/encerrando-ciclos-nao-por-causaEncerrando ciclos. Não por causa1560000Citação
/pt/t/37586/uma-familia-nao-e-umUma família não é um1290000Citação
/pt/t/24448/existe-no-silencio-tao-profundaExiste no silêncio tão profunda1270000Citação
/pt/t/24439/cultura-nao-e-ler-muitoCultura não é ler muito,1200000Citação
/pt/t/37302/a-lucidez-so-deve-chegarA lucidez só deve chegar1190000Citação
/pt/t/24398/jaz-aqui-na-pequena-praiaJaz aqui, na pequena praia1180000Citação
/pt/t/24387/circunda-te-de-rosas-ama-bebeCircunda-te de rosas, ama, bebe1150000Citação
/pt/t/37282/duvido-portanto-pensoDuvido, portanto penso.1120000Citação
/pt/t/37445/um-dos-aspectos-da-desigualdadeUm dos aspectos da desigualdade1110000Citação
/pt/t/37346/o-amor-e-uma-amostraO amor é uma amostra1080000Citação
/pt/t/37536/precisar-de-dominar-os-outrosPrecisar de dominar os outros1050000Citação
/pt/t/24402/o-portugal-hoje-es-nevoeiroÓ Portugal, hoje és nevoeiro...1030000Citação
/pt/t/24421/de-sonhar-ninguem-se-cansaDe sonhar ninguém se cansa,1030000Citação
/pt/t/37276/quando-escrevo-visito-me-solenementeQuando escrevo, visito-me solenemente.1020000Citação
/pt/t/37366/sentir-e-compreender-pensar-eSentir é compreender. Pensar é1010000Citação
/pt/t/37421/a-filosofia-e-a-lucidezA filosofia é a lucidez1000000Citação
/pt/t/24407/todo-comeco-e-involuntarioTodo começo é involuntário.1000000Citação
/pt/t/24362/o-dinheiro-compra-um-mausoleuO dinheiro compra um mausoléu,1000000Citação
/pt/t/37422/quando-puderes-dizer-o-teuQuando puderes dizer o teu990000Citação
/pt/t/37337/tudo-que-existe-existe-talvezTudo que existe existe talvez980000Citação
/pt/t/37572/para-realizar-um-sonho-ePara realizar um sonho é980000Citação
/pt/t/37351/uma-das-formas-de-saudeUma das formas de saúde960000Citação
/pt/t/37365/o-proprio-viver-e-morrerO próprio viver é morrer,950000Citação
/pt/t/37529/a-loucura-longe-de-serA loucura, longe de ser950000Citação
/pt/t/37359/quem-sou-eu-para-mimQuem sou eu para mim?930000Citação
/pt/t/37559/o-fim-da-arte-inferiorO fim da arte inferior920000Citação
/pt/t/24445/cada-minuto-que-passa-eCada minuto que passa, é900000Citação
/pt/t/24444/a-concha-autor-vitA concha (Autor: Vitório Nemésio)*890000Citação
/pt/t/24379/e-nobre-ser-timido-ilustreÉ nobre ser tímido, ilustre890000Citação
/pt/t/37267/na-vida-de-hoje-oNa vida de hoje, o890000Citação
/pt/t/37285/os-cavalos-da-cavalaria-eOs cavalos da cavalaria é870000Citação
/pt/t/37363/amor-nao-se-conjuga-noAmor não se conjuga no870000Citação
/pt/t/24403/os-deuses-vendem-quando-daoOs Deuses vendem quando dão.870000Citação
/pt/t/24366/tenho-em-cada-canto-deTenho em cada canto de860000Citação
/pt/t/24383/o-coracao-se-pudesse-pensarO coração, se pudesse pensar,840000Citação
/pt/t/37297/reduzir-as-necessidades-ao-minimoReduzir as necessidades ao mínimo,840000Citação
/pt/t/37478/ha-um-cansaco-da-inteligenciaHá um cansaço da inteligência840000Citação
/pt/t/37562/conviccoes-profundas-so-as-temConvicções profundas, só as têm840000Citação
/pt/t/37584/no-teatro-da-vida-quemNo teatro da vida quem840000Citação
/pt/t/37306/a-ciencia-descreve-as-coisasA ciência descreve as coisas820000Citação
/pt/t/37313/que-tragedia-nao-acreditar-naQue tragédia não acreditar na820000Citação
/pt/t/37322/a-ignorancia-e-a-verdadeiraA ignorância é a verdadeira820000Citação
/pt/t/37395/busco-me-e-nao-me-encontroBusco-me e não me encontro.820000Citação
/pt/t/24342/boa-e-a-vida-masBoa é a vida, mas820000Citação
/pt/t/37544/ninguem-entende-ninguem-tudo-eNinguém entende ninguém. Tudo é810000Citação
/pt/t/37397/a-civilizacao-consiste-em-darA civilização consiste em dar800000Citação
/pt/t/24450/e-preciso-ser-um-realistaÉ preciso ser um realista800000Citação
/pt/t/24416/a-liberdade-e-a-possibilidadeA liberdade é a possibilidade800000Citação
/pt/t/37319/tudo-que-se-passa-noTudo que se passa no790000Citação
/pt/t/37381/somos-avatares-da-estupidez-passadaSomos avatares da estupidez passada.790000Citação
/pt/t/37527/para-vencer-material-ouPara vencer - material ou790000Citação
/pt/t/37420/trabalhar-com-nobreza-esperar-comTrabalhar com nobreza, esperar com790000Citação
/pt/t/37560/a-certeza-isto-eA certeza - isto é,780000Citação
/pt/t/37581/a-essencia-da-ironia-consisteA essência da ironia consiste780000Citação
/pt/t/37348/o-universo-e-o-sonhoO universo é o sonho770000Citação
/pt/t/24386/sento-me-a-porta-e-embeboSento-me à porta e embebo770000Citação
/pt/t/24354/pedi-tao-pouco-a-vidaPedi tão pouco à vida770000Citação
/pt/t/24370/tenho-o-dever-de-meTenho o dever de me770000Citação
/pt/t/24392/cumpri-contra-o-destino-oCumpri contra o Destino o760000Citação
/pt/t/24440/era-um-homem-que-sabiaEra um homem que sabia760000Citação
/pt/t/37283/ser-austero-e-nao-saberSer austero é não saber760000Citação
/pt/t/37416/a-tolerancia-e-falha-daA tolerância é falha da760000Citação
/pt/t/37517/saber-iludir-se-bem-e-aSaber iludir-se bem é a750000Citação
/pt/t/37389/porque-a-arte-da-nos-naoPorque a arte dá-nos, não740000Citação
/pt/t/37400/as-nacoes-sao-todas-misteriosAs nações são todas mistérios.730000Citação
/pt/t/37338/considerar-a-nossa-maior-angustiaConsiderar a nossa maior angústia730000Citação
/pt/t/37284/a-finalidade-da-arte-naoA finalidade da arte não730000Citação
/pt/t/37332/se-conhecessemos-a-verdade-ve-la-iamosSe conhecêssemos a verdade, vê-la-íamos;730000Citação
/pt/t/37409/goethe-diz-com-verdade-queGoethe diz, com verdade, que720000Citação
/pt/t/37375/toda-a-sinceridade-e-umaToda a sinceridade é uma720000Citação
/pt/t/37418/primeiro-se-livre-depois-pedePrimeiro sê livre; depois pede720000Citação
/pt/t/37575/torturamos-os-nossos-irmaos-homensTorturamos os nossos irmãos homens720000Citação
/pt/t/37576/pareco-egoista-aqueles-que-porPareço egoísta àqueles que, por720000Citação
/pt/t/24419/agir-eis-a-inteligencia-verdadeiraAgir, eis a inteligência verdadeira.720000Citação
/pt/t/24393/cumpriu-se-o-mar-e-oCumpriu-se o Mar, e o720000Citação
/pt/t/24391/claro-em-pensar-e-claroClaro em pensar, e claro720000Citação
/pt/t/24377/benditos-os-que-nao-confiamBenditos os que não confiam720000Citação
/pt/t/37373/se-o-nosso-espirito-pudesseSe o nosso espírito pudesse710000Citação
/pt/t/37325/se-algum-dia-alguem-deixasseSe algum dia alguém deixasse710000Citação
/pt/t/37356/porque-e-bela-a-artePorque é bela a arte?700000Citação
/pt/t/37477/a-minha-vida-e-comoA minha vida é como700000Citação
/pt/t/37499/o-catolicismo-e-uma-religiaoO catolicismo é uma religião700000Citação
/pt/t/37504/o-misticismo-e-apenas-aO misticismo é apenas a700000Citação
/pt/t/24396/fiel-a-palavra-dada-eFiel à palavra dada e700000Citação
/pt/t/24380/foi-num-mar-interior-queFoi num mar interior que690000Citação
/pt/t/37464/esperar-pelo-melhor-e-preparar-seEsperar pelo melhor e preparar-se690000Citação
/pt/t/37433/prouvera-aos-deuses-meu-coracaoProuvera aos deuses, meu coração690000Citação
/pt/t/37383/do-individuo-temos-que-partirDo indivíduo temos que partir,690000Citação
/pt/t/37398/o-que-e-doenca-eO que é doença é690000Citação
/pt/t/37312/a-timidez-e-o-maisA timidez é o mais690000Citação
/pt/t/37272/todos-os-problemas-sao-insoluveisTodos os problemas são insolúveis.690000Citação
/pt/t/37396/ser-compreendido-e-prostituir-seSer compreendido é prostituir-se.680000Citação
/pt/t/37384/a-percepcao-e-o-pensamentoA percepção é o pensamento680000Citação
/pt/t/37378/todas-as-frases-do-livroTodas as frases do livro680000Citação
/pt/t/37450/os-deuses-sao-a-encarnacaoOs Deuses são a encarnação680000Citação
/pt/t/37473/ser-solitario-para-ser-sinceroSer solitário para ser sincero680000Citação
/pt/t/37469/tudo-e-ousado-para-quemTudo é ousado para quem680000Citação
/pt/t/37481/toda-a-arte-se-baseiaToda a arte se baseia680000Citação
/pt/t/37565/todo-o-prazer-e-umTodo o prazer é um680000Citação
/pt/t/37583/quem-nao-quiser-sofrer-queQuem não quiser sofrer que680000Citação
/pt/t/37580/custa-tanto-ser-sincero-quandoCusta tanto ser sincero quando680000Citação
/pt/t/37438/a-consciencia-e-o-maiorA consciência é o maior670000Citação
/pt/t/37439/os-espiritos-altamente-analiticos-veemOs espíritos altamente analíticos vêem670000Citação
/pt/t/37403/a-bondade-e-a-delicadezaA bondade é a delicadeza670000Citação
/pt/t/24367/tenho-prazer-em-ser-vencidoTenho prazer em ser vencido670000Citação
/pt/t/24351/nunca-ninguem-se-perdeuNunca ninguém se perdeu660000Citação
/pt/t/24449/e-facil-trocar-as-palavrasÉ fácil trocar as palavras,660000Citação
/pt/t/37372/a-arte-e-a-auto-expressaoA arte é a auto-expressão660000Citação
/pt/t/37354/os-argumentos-sao-quase-sempreOs argumentos são, quase sempre,660000Citação
/pt/t/37414/o-homem-esta-acima-doO homem está acima do660000Citação
/pt/t/37566/so-a-arte-e-utilSó a arte é útil.660000Citação
/pt/t/37502/o-pessimismo-e-bom-quandoO pessimismo é bom quando650000Citação
/pt/t/37487/ha-dois-processos-de-dominarHá dois processos de dominar650000Citação
/pt/t/37413/o-mundo-tem-o-usufrutoO mundo tem o usufruto650000Citação
/pt/t/37360/os-criticos-podem-dizer-queOs críticos podem dizer que650000Citação
/pt/t/37311/a-ciencia-e-o-quererA ciência é o querer650000Citação
/pt/t/37324/a-delicadeza-deve-concluir-se-eA delicadeza deve concluir-se, e650000Citação
/pt/t/37573/o-verdadeiro-sabio-e-aqueleO verdadeiro sábio é aquele650000Citação
/pt/t/24372/a-decadencia-e-a-perdaA Decadência é a perda650000Citação
/pt/t/24401/o-mar-salgado-quanto-doÓ mar salgado, quanto do640000Citação
/pt/t/37426/o-sonho-jovem-do-amorO sonho jovem do amor640000Citação
/pt/t/37427/a-fome-so-se-satisfazA fome só se satisfaz640000Citação
/pt/t/37483/citar-e-ser-injusto-enumerarCitar é ser injusto. Enumerar640000Citação
/pt/t/37446/o-homem-e-um-animalO homem é um animal640000Citação
/pt/t/37506/a-justica-e-para-aA justiça é para a640000Citação
/pt/t/37567/o-zero-e-a-maiorO zero é a maior640000Citação
/pt/t/37553/a-meio-caminho-entre-aA meio caminho entre a630000Citação
/pt/t/37519/o-entusiasmo-e-uma-grosseriaO entusiasmo é uma grosseria.630000Citação
/pt/t/37428/que-homem-de-genio-naoQue homem de génio não630000Citação
/pt/t/37430/um-paradoxo-tem-valor-soUm paradoxo tem valor só630000Citação
/pt/t/37425/definir-o-belo-e-naoDefinir o belo é não630000Citação
/pt/t/37440/a-volupia-do-odio-naoA volúpia do ódio não630000Citação
/pt/t/37300/a-coerencia-a-conviccao-aA coerência, a convicção, a630000Citação
/pt/t/37303/narrar-e-criar-pois-viverNarrar é criar, pois viver630000Citação
/pt/t/37278/conhece-alguem-as-fronteiras-aConhece alguém as fronteiras à630000Citação
/pt/t/37290/sabio-e-quem-monotoniza-aSábio é quem monotoniza a630000Citação
/pt/t/37406/saber-ser-supersticioso-ainda-eSaber ser supersticioso ainda é630000Citação
/pt/t/37408/exteriorizar-impressoes-e-mais-persuadirmo-nosExteriorizar impressões é mais persuadirmo-nos630000Citação
/pt/t/24374/a-superioridade-do-sonhador-consisteA superioridade do sonhador consiste630000Citação
/pt/t/24389/sabio--sabio-e-quemSábio : Sábio é quem630000Citação
/pt/t/24344/vao-para-o-diabo-semVão para o diabo sem630000Citação
/pt/t/24423/dormia-tudo-como-se-oDormia tudo como se o620000Citação
/pt/t/24429/o-meu-passado-e-tudoO meu passado é tudo620000Citação
/pt/t/37374/o-mundo-nao-e-verdadeiroO mundo não é verdadeiro,620000Citação
/pt/t/37287/ha-sensacoes-que-sao-sonosHá sensações que são sonos,620000Citação
/pt/t/37279/todos-temos-por-onde-sermosTodos temos por onde sermos620000Citação
/pt/t/24452/o-valor-das-coisas-naoO valor das coisas não620000Citação
/pt/t/37411/compreendo-que-um-homem-sejaCompreendo que um homem seja620000Citação
/pt/t/37518/a-arte-mente-porque-eA arte mente porque é620000Citação
/pt/t/37503/a-essencia-do-progresso-eA essência do progresso é620000Citação
/pt/t/37488/qualquer-individuo-e-ao-mesmoQualquer indivíduo é ao mesmo610000Citação
/pt/t/37520/a-experiencia-directa-e-oA experiência directa é o610000Citação
/pt/t/37522/a-natureza-e-a-diferencaA natureza é a diferença610000Citação
/pt/t/37557/as-figuras-imaginarias-tem-maisAs figuras imaginárias têm mais610000Citação
/pt/t/37531/o-genio-o-crime-eO génio, o crime e610000Citação
/pt/t/37412/a-vaidade-e-a-confiancaA vaidade é a confiança610000Citação
/pt/t/37454/a-actividade-social-chamada-comercioA actividade social chamada comércio,610000Citação
/pt/t/37467/ninguem-se-admira-a-siNinguém se admira a si610000Citação
/pt/t/37476/todo-o-gesto-e-umTodo o gesto é um610000Citação
/pt/t/37305/podemos-morrer-se-apenas-amamosPodemos morrer se apenas amámos.610000Citação
/pt/t/37335/tudo-em-nos-esta-emTudo em nós está em610000Citação
/pt/t/37382/odiamos-o-que-quase-somosOdiamos o que quase somos.610000Citação
/pt/t/24390/nao-tenho-sentimento-nenhum-politicoNão tenho sentimento nenhum político610000Citação
/pt/t/24352/se-plural-como-o-universoSê plural como o universo!610000Citação
/pt/t/24368/porque-eu-sou-do-tamanhoPorque eu sou do tamanho610000Citação
/pt/t/24378/considero-a-vida-uma-estalagemConsidero a vida uma estalagem600000Citação
/pt/t/24410/tudo-o-que-dorme-eTudo o que dorme é600000Citação
/pt/t/37369/viver-e-ser-outro-nemViver é ser outro. Nem600000Citação
/pt/t/37320/a-forca-sem-a-destrezaA força sem a destreza600000Citação
/pt/t/37431/desde-o-momento-em-queDesde o momento em que600000Citação
/pt/t/37528/o-mundo-e-de-quemO mundo é de quem600000Citação
/pt/t/37546/possuir-e-perder-sentir-semPossuir é perder. Sentir sem600000Citação
/pt/t/37489/a-sinceridade-e-o-grandeA sinceridade é o grande600000Citação
/pt/t/37588/o-caracteristico-principal-do-homemO característico principal do homem600000Citação
/pt/t/37590/o-povo-portugues-e-essencialmenteO povo português é, essencialmente,600000Citação
/pt/t/37578/passar-dos-fantasmas-da-fePassar dos fantasmas da fé590000Citação
/pt/t/37579/saber-interpor-se-constantemente-entre-siSaber interpor-se constantemente entre si590000Citação
/pt/t/37585/tudo-quanto-o-homem-expoeTudo quanto o homem expõe590000Citação
/pt/t/37494/o-dinheiro-e-belo-porqueO dinheiro é belo, porque590000Citação
/pt/t/37505/a-moral-desinteressada-pela-moralA moral desinteressada, pela moral590000Citação
/pt/t/37516/ter-opinioes-definidas-e-certasTer opiniões definidas e certas,590000Citação
/pt/t/37549/um-tipo-frustrado-e-umUm tipo frustrado é um590000Citação
/pt/t/37524/trazem-me-a-fe-como-umTrazem-me a fé como um590000Citação
/pt/t/37333/os-meus-sonhos-sao-umOs meus sonhos são um590000Citação
/pt/t/37341/a-felicidade-esta-fora-daA felicidade está fora da590000Citação
/pt/t/37405/ver-e-ouvir-sao-asVer e ouvir são as590000Citação
/pt/t/24434/quanto-mais-diferente-de-mimQuanto mais diferente de mim590000Citação
/pt/t/24409/a-unica-atitude-intelectual-dignaA única atitude intelectual digna590000Citação
/pt/t/24361/nao-ha-normas-todos-osNão há normas. Todos os590000Citação
/pt/t/37386/o-comerciante-nao-tem-personalidadeO comerciante não tem personalidade,580000Citação
/pt/t/37387/o-sinal-intelectual-exterior-daO sinal intelectual exterior da580000Citação
/pt/t/37318/pensar-e-destruir-o-proprioPensar é destruir. O próprio580000Citação
/pt/t/37288/sentir-e-estar-distraidoSentir é estar distraído.580000Citação
/pt/t/37525/uma-especie-de-anteneurose-doUma espécie de anteneurose do580000Citação
/pt/t/37526/cada-um-tem-a-suaCada um tem a sua580000Citação
/pt/t/37436/o-pensamento-tem-um-vicioO pensamento tem um vício.580000Citação
/pt/t/37470/o-amor-e-um-sonhoO amor é um sonho580000Citação
/pt/t/37571/entre-mim-e-a-vidaEntre mim e a vida580000Citação
/pt/t/37468/querer-nao-e-poder-quemQuerer não é poder. Quem570000Citação
/pt/t/37459/o-genio-e-a-insanidadeO génio é a insanidade570000Citação
/pt/t/37513/desejo-ser-um-criador-deDesejo ser um criador de570000Citação
/pt/t/37496/um-homem-de-genio-eUm homem de génio é570000Citação
/pt/t/37323/nao-ensines-nada-pois-aindaNão ensines nada, pois ainda570000Citação
/pt/t/37321/a-unica-vantagem-de-estudarA única vantagem de estudar570000Citação
/pt/t/37315/toda-a-emocao-verdadeira-eToda a emoção verdadeira é570000Citação
/pt/t/37388/a-sensibilidade-conduz-normalmente-aA sensibilidade conduz normalmente à570000Citação
/pt/t/37402/o-mais-alto-de-nosO mais alto de nós570000Citação
/pt/t/37344/dois-bons-poemas-nao-valemDois bons poemas não valem570000Citação
/pt/t/24359/liberdade-ai-que-pLiberdade: Ai, que prazer570000Citação
/pt/t/24427/nos-nunca-nos-realizamos-somosNós nunca nos realizamos. Somos570000Citação
/pt/t/24443/ora-voce-sempre-esta-umOra você sempre está um560000Citação
/pt/t/24395/deus-ao-mar-o-perigoDeus ao mar o perigo560000Citação
/pt/t/24382/irrita-me-a-felicidade-de-todosIrrita-me a felicidade de todos560000Citação
/pt/t/24357/com-uma-tal-falta-deCom uma tal falta de560000Citação
/pt/t/24373/a-solidao-desola-me-a-companhiaA solidão desola-me; a companhia560000Citação
/pt/t/24347/eu-nao-sei-o-queEu não sei o que560000Citação
/pt/t/37309/nada-ha-que-tao-notavelmenteNada há que tão notavelmente560000Citação
/pt/t/37280/a-arte-consiste-em-fazerA arte consiste em fazer560000Citação
/pt/t/37263/tenho-pensamentos-que-se-pudesseTenho pensamentos que, se pudesse560000Citação
/pt/t/37492/todo-o-esforco-e-umTodo o esforço é um560000Citação
/pt/t/37537/digo-vos-praticai-oDigo-vos: praticai o bem. Porquê?560000Citação
/pt/t/37429/quem-escreve-para-obter-oQuem escreve para obter o560000Citação
/pt/t/37441/a-voluptuosidade-de-fazer-justicaA voluptuosidade de fazer justiça550000Citação
/pt/t/37453/o-comercio-e-uma-distribuicaoO comércio é uma distribuição,550000Citação
/pt/t/37471/tudo-quanto-fazemos-na-arteTudo quanto fazemos, na arte550000Citação
/pt/t/37479/nao-o-prazer-nao-aNão o prazer, não a550000Citação
/pt/t/37538/assim-como-lavamos-o-corpoAssim como lavamos o corpo550000Citação
/pt/t/37281/a-vida-e-a-hesitacaoA vida é a hesitação550000Citação
/pt/t/37289/a-celebridade-e-uma-contradicaoA celebridade é uma contradição.550000Citação
/pt/t/37352/nada-e-tudo-se-outraNada é, tudo se outra.550000Citação
/pt/t/37339/ter-opinioes-e-estar-vendidoTer opiniões é estar vendido550000Citação
/pt/t/37361/vivo-sempre-no-presente-oVivo sempre no presente. O550000Citação
/pt/t/37380/a-vida-e-um-malA vida é um mal550000Citação
/pt/t/37385/a-sociedade-e-um-sistemaA sociedade é um sistema550000Citação
/pt/t/37392/quando-falo-com-sinceridade-naoQuando falo com sinceridade, não550000Citação
/pt/t/37543/o-historiador-e-um-homemO historiador é um homem550000Citação
/pt/t/37593/nunca-amamos-ninguem-amamos-tao-somenteNunca amamos ninguém. Amamos, tão-somente,550000Citação
/pt/t/37594/viver-nao-e-necessario-necessarioViver não é necessário. Necessário550000Citação
/pt/t/24349/quero-fugir-ao-misterioQuero fugir ao mistério550000Citação
/pt/t/24358/estetica-da-abdicacaEstética da Abdicação: Conformar-se é550000Citação
/pt/t/24438/amo-como-o-amor-amaAmo como o amor ama.:Não550000Citação
/pt/t/24415/a-beleza-de-um-corpoA beleza de um corpo550000Citação
/pt/t/24417/a-maioria-pensa-com-a(...)A maioria pensa com a540000Citação
/pt/t/24426/nenhuma-ideia-brilhante-consegue-entrarNenhuma ideia brilhante consegue entrar540000Citação
/pt/t/24408/tudo-vale-a-penaTudo vale a pena540000Citação
/pt/t/24346/navegar-e-preciso-viver-naoNavegar é preciso, viver não540000Citação
/pt/t/37336/falar-e-ter-demasiada-consideracaoFalar é ter demasiada consideração540000Citação
/pt/t/37347/que-a-consciencia-da-propriaQue a consciência da própria540000Citação
/pt/t/37275/desceu-sobre-nos-a-maisDesceu sobre nós a mais540000Citação
/pt/t/37310/nao-sou-assediado-pela-conscienciaNão sou assediado pela consciência,540000Citação
/pt/t/37299/os-psiquiatras-sabem-as-vezesOs psiquiatras sabem (às vezes)540000Citação
/pt/t/37304/a-vida-prejudica-a-expressaoA vida prejudica a expressão540000Citação
/pt/t/37331/sou-um-homem-para-quemSou um homem para quem540000Citação
/pt/t/37555/o-sentimento-abre-as-portasO sentimento abre as portas540000Citação
/pt/t/37556/tudo-quanto-vive-vive-porqueTudo quanto vive, vive porque540000Citação
/pt/t/37495/o-pensamento-pode-ter-elevacaoO pensamento pode ter elevação540000Citação
/pt/t/37497/a-visao-e-o-tactoA visão é o tacto540000Citação
/pt/t/37511/obra-suprema-e-aquela-emObra suprema é aquela em540000Citação
/pt/t/37486/tem-a-arte-para-nascerTem a arte, para nascer,540000Citação
/pt/t/37443/a-vida-e-cousa-taoA vida é cousa tão540000Citação
/pt/t/37444/tao-cansado-de-ter-achadoTão cansado de ter achado540000Citação
/pt/t/37435/penso-muitas-vezes-que-naoPenso, muitas vezes, que não540000Citação
/pt/t/37485/a-poesia-e-a-emocaoA poesia é a emoção530000Citação
/pt/t/37447/o-homem-e-um-egoismoO homem é um egoísmo530000Citação
/pt/t/37466/a-ironia-e-o-primeiroA ironia é o primeiro530000Citação
/pt/t/37501/deus-e-o-seu-melhorDeus é o Seu melhor530000Citação
/pt/t/37539/conformar-se-e-submeter-se-e-vencerConformar-se é submeter-se e vencer530000Citação
/pt/t/37334/a-beleza-de-um-corpoA beleza de um corpo530000Citação
/pt/t/37326/cansa-tanto-viver-se-houvesseCansa tanto viver! Se houvesse530000Citação
/pt/t/37307/toda-a-poesia-eToda a poesia - e530000Citação
/pt/t/37401/pode-ser-que-nos-guiePode ser que nos guie530000Citação
/pt/t/37589/a-maioria-pensa-com-aA maioria pensa com a530000Citação
/pt/t/37569/dar-a-cada-emocao-umaDar a cada emoção uma530000Citação
/pt/t/37577/saber-nao-ter-ilusoes-eSaber não ter ilusões é530000Citação
/pt/t/24400/o-mito-e-o-nadaO mito é o nada530000Citação
/pt/t/24412/a-lingua-portuguesaA Língua Portuguesa530000Citação
/pt/t/24411/escrever-e-esquecer-a-literaturaEscrever é esquecer. A literatura520000Citação
/pt/t/24420/alguns-tem-na-vida-umAlguns têm na vida um520000Citação
/pt/t/24424/haja-ou-nao-deuses-delesHaja ou não deuses, deles520000Citação
/pt/t/24343/a-literatura-como-toda-aA literatura, como toda a520000Citação
/pt/t/24356/cada-um-de-nos-eCada um de nós é520000Citação
/pt/t/37390/a-obra-de-arte-eA obra de arte é520000Citação
/pt/t/37343/uma-interpretacao-ironica-da-vidaUma interpretação irónica da vida,520000Citação
/pt/t/37357/o-olfacto-e-uma-vistaO olfacto é uma vista520000Citação
/pt/t/37317/manda-quem-nao-sente-venceManda quem não sente. Vence520000Citação
/pt/t/37293/nao-haja-medo-que-aNão haja medo que a520000Citação
/pt/t/37295/aquilo-que-creio-produz-emAquilo que, creio, produz em520000Citação
/pt/t/37493/todo-o-homem-de-accaoTodo o homem de acção520000Citação
/pt/t/37452/se-um-homem-criar-oSe um homem criar o520000Citação
/pt/t/37484/como-em-todo-o-homemComo em todo o homem520000Citação
/pt/t/37434/o-nada-sobrenatural-do-espiritoO nada sobrenatural do espírito.520000Citação
/pt/t/37419/dar-bons-conselhos-e-insultarDar bons conselhos é insultar510000Citação
/pt/t/37509/a-obra-de-arte-fundamentalmenteA obra de arte, fundamentalmente,510000Citação
/pt/t/37291/a-inspiracao-poetica-e-umA inspiração poética é um510000Citação
/pt/t/24371/nao-sou-nada-nunca-sereiNão sou nada. Nunca serei510000Citação
/pt/t/24431/o-perfeito-nao-se-manifestaO perfeito não se manifesta.510000Citação
/pt/t/24432/os-meus-sonhos-sao-umOs meus sonhos são um510000Citação
/pt/t/24446/deus-costuma-usar-a-solidaoDeus costuma usar a solidão510000Citação
/pt/t/24435/sim-porque-a-ortografia-tambemSim, porque a ortografia também510000Citação
/pt/t/24441/nunca-ao-despedir-me-me-atreviNunca, ao despedir-me, me atrevi510000Citação
/pt/t/24376/amar-e-cansar-se-de-estarAmar é cansar-se de estar510000Citação
/pt/t/24385/sabemos-bem-que-toda-aSabemos bem que toda a510000Citação
/pt/t/24404/quem-quer-passar-alem-doQuem quer passar além do500000Citação
/pt/t/24360/o-poeta-e-um-fingidorO poeta é um fingidor.500000Citação
/pt/t/24345/descobri-que-a-leitura-eDescobri que a leitura é500000Citação
/pt/t/37294/hei-de-por-forca-dizer-oHei-de por força dizer o500000Citação
/pt/t/37273/alague-o-seu-coracao-deAlague o seu coração de500000Citação
/pt/t/37358/o-tedio-e-a-faltaO tédio é a falta500000Citação
/pt/t/37377/o-sentir-e-um-pensarO sentir é um pensar500000Citação
/pt/t/37507/a-civilizacao-e-a-criacaoA civilização é a criação500000Citação
/pt/t/37508/o-valor-essencial-da-arteO valor essencial da arte500000Citação
/pt/t/37512/e-notavel-que-toda-aÉ notável que toda a500000Citação
/pt/t/37490/ser-imoral-nao-vale-aSer imoral não vale a500000Citação
/pt/t/37491/o-campo-e-onde-naoO campo é onde não500000Citação
/pt/t/37541/nunca-sabemos-quando-somos-sincerosNunca sabemos quando somos sinceros.500000Citação
/pt/t/37545/sentir-e-criar-sentir-eSentir é criar. Sentir é500000Citação
/pt/t/37417/ter-opinioes-e-a-melhorTer opiniões é a melhor500000Citação
/pt/t/37423/dizer-uma-cousa-falha-naoDizer uma cousa falha, não500000Citação
/pt/t/37451/a-diferenca-entre-deus-eA diferença entre Deus e500000Citação
/pt/t/37448/o-que-e-preciso-eO que é preciso é500000Citação
/pt/t/37455/o-modo-de-encarar-aO modo de encarar a500000Citação
/pt/t/37460/nao-sou-da-altura-queNão sou da altura que490000Citação
/pt/t/37535/a-liberdade-e-a-possibilidadeA liberdade é a possibilidade490000Citação
/pt/t/37340/o-provincianismo-consiste-em-pertencerO provincianismo consiste em pertencer490000Citação
/pt/t/37314/tem-duas-formas-ou-modosTem duas formas, ou modos,490000Citação
/pt/t/24350/nao-me-venham-com-conclusoesNão me venham com conclusões!490000Citação
/pt/t/24399/o-mar-com-fim-seraO mar com fim será490000Citação
/pt/t/24384/pertenco-aquela-especie-de-homensPertenço àquela espécie de homens490000Citação
/pt/t/24397/e-o-homem-do-lemeE o homem do leme480000Citação
/pt/t/24405/sao-ilhas-afortunadasSão ilhas afortunadas480000Citação
/pt/t/24428/o-exito-esta-em-terO êxito está em ter480000Citação
/pt/t/37329/sentir-e-existir-a-sosSentir é existir a sós480000Citação
/pt/t/37350/ver-sera-sempre-a-melhorVer será sempre a melhor480000Citação
/pt/t/37376/os-sonhos-sao-como-aOs sonhos são como a480000Citação
/pt/t/37399/creio-que-dizer-uma-coisaCreio que dizer uma coisa480000Citação
/pt/t/37547/ler-e-sonhar-pela-maoLer é sonhar pela mão480000Citação
/pt/t/37550/o-homem-vulgar-por-maisO homem vulgar, por mais480000Citação
/pt/t/37568/a-coragem-que-vence-oA coragem que vence o480000Citação
/pt/t/37498/o-que-ha-de-bomO que há de bom480000Citação
/pt/t/37457/a-caracteristica-comum-de-todosA característica comum de todos480000Citação
/pt/t/37415/o-poeta-vale-aquilo-queO poeta vale aquilo que480000Citação
/pt/t/37574/correr-riscos-reais-alem-deCorrer riscos reais, além de480000Citação
/pt/t/37456/nada-revela-mais-uma-incapacidadeNada revela mais uma incapacidade470000Citação
/pt/t/37480/o-espirito-e-a-inteligenciaO espírito é a inteligência470000Citação
/pt/t/37482/nasce-o-ideal-da-nossaNasce o ideal da nossa470000Citação
/pt/t/37510/o-valor-de-uma-obraO valor de uma obra470000Citação
/pt/t/37530/o-homem-e-do-tamanhoO homem é do tamanho470000Citação
/pt/t/37368/despreza-tudo-mas-de-modoDespreza tudo, mas de modo470000Citação
/pt/t/37327/sinto-por-vezes-um-temorSinto, por vezes, um temor470000Citação
/pt/t/37328/os-factos-provam-o-queOs factos provam o que470000Citação
/pt/t/24418/a-renuncia-e-a-libertacaoA renúncia é a libertação.470000Citação
/pt/t/24348/o-autor-destas-linhas-O autor destas linhas [...]470000Citação
/pt/t/24363/quando-falo-com-sinceridade-nao(...)Quando falo com sinceridade, não460000Citação
/pt/t/24394/deus-quer-o-homem-sonhaDeus quer, o homem sonha,460000Citação
/pt/t/24365/nao-haver-deuses-e-umNão haver deuses é um460000Citação
/pt/t/24388/nada-fica-nada-ficaNada Fica: Nada fica de460000Citação
/pt/t/37268/adoramos-a-perfeicao-porque-naoAdoramos a perfeição, porque não460000Citação
/pt/t/37286/gostava-de-estar-no-campoGostava de estar no campo460000Citação
/pt/t/37404/eu-nao-escrevo-em-portuguesEu não escrevo em português.460000Citação
/pt/t/37533/o-homem-nao-sabe-maisO homem não sabe mais460000Citação
/pt/t/37542/os-homens-sao-faceis-deOs homens são fáceis de460000Citação
/pt/t/37540/o-poeta-e-um-fingidorO poeta é um fingidor.460000Citação
/pt/t/37523/o-que-ha-de-maisO que há de mais460000Citação
/pt/t/37424/para-muitos-a-religiao-aindaPara muitos a religião ainda460000Citação
/pt/t/37564/o-homem-prefere-ser-exaltadoO homem prefere ser exaltado460000Citação
/pt/t/37432/nao-criou-deus-ao-mundoNão criou Deus ao mundo,450000Citação
/pt/t/37442/o-mal-esta-por-todaO mal está por toda450000Citação
/pt/t/37500/qualquer-coisa-se-perdeu-quandoQualquer coisa se perdeu quando450000Citação
/pt/t/37353/oportunidade-para-o-homem-conscienteOportunidade, para o homem consciente450000Citação
/pt/t/37296/foi-so-um-momento-eFoi só um momento, e450000Citação
/pt/t/37262/matar-o-sonho-e-matarmo-nosMatar o sonho é matarmo-nos.450000Citação
/pt/t/37308/ver-muito-lucidamente-prejudica-oVer muito lucidamente prejudica o450000Citação
/pt/t/37301/o-orgulho-e-a-conscienciaO orgulho é a consciência450000Citação
/pt/t/37298/nunca-tive-dinheiro-para-poderNunca tive dinheiro para poder440000Citação
/pt/t/37345/para-quem-e-guiado-peloPara quem é guiado pelo440000Citação
/pt/t/37407/a-fe-e-o-instintoA fé é o instinto440000Citação
/pt/t/37410/para-cada-filosofo-deus-ePara cada filósofo, Deus é440000Citação
/pt/t/37379/o-inferno-e-o-ceuO inferno e o céu440000Citação
/pt/t/37558/a-unica-maneira-de-teresA única maneira de teres440000Citação
/pt/t/37552/sinto-me-nascido-a-cada-momentoSinto-me nascido a cada momento440000Citação
/pt/t/37474/criador-de-anarquias-sempre-meCriador de anarquias sempre me440000Citação
/pt/t/24442/nao-conheco-vida-de-escritorNão conheço vida de escritor440000Citação
/pt/t/24369/se-depois-de-eu-morrerSe depois de eu morrer,440000Citação
/pt/t/24433/penso-as-vezes-com-umPenso as vezes, com um430000Citação
/pt/t/24406/sem-a-loucura-que-eSem a loucura que é430000Citação
/pt/t/37437/o-pensamento-ainda-e-aO pensamento ainda é a430000Citação
/pt/t/37394/e-assim-como-sonho-raciocinoE assim como sonho, raciocino430000Citação
/pt/t/37371/o-povo-nunca-e-humanitarioO povo nunca é humanitário.430000Citação
/pt/t/37277/amar-e-cansar-se-de-estarAmar é cansar-se de estar430000Citação
/pt/t/37265/o-amor-romantico-e-comoO amor romântico é como420000Citação
/pt/t/37269/a-consciencia-da-inconsciencia-daA consciência da inconsciência da420000Citação
/pt/t/37270/nao-e-o-trabalho-masNão é o trabalho, mas420000Citação
/pt/t/37521/nao-ha-criterio-seguro-paraNão há critério seguro para410000Citação
/pt/t/24422/deus-e-o-existirmos-eDeus é o existirmos e410000Citação
/pt/t/24355/a-vida-e-para-nosA vida é para nós410000Citação
/pt/t/37548/em-certos-casos-quanto-maisEm certos casos, quanto mais400000Citação
/pt/t/37475/nao-ha-felicidade-senao-comNão há felicidade senão com400000Citação
/pt/t/37391/deus-e-um-conceito-economicoDeus é um conceito económico.400000Citação
/pt/t/37355/pensar-e-querer-transmitir-aosPensar é querer transmitir aos390000Citação
/pt/t/37292/nao-sera-a-morte-Não será a morte -390000Citação
/pt/t/37458/quanto-mais-universal-o-genioQuanto mais universal o génio,380000Citação
/pt/t/37349/as-ideias-sao-prodigiosas-As ideias são prodigiosas -370000Citação
/pt/t/24364/quem-nao-ve-bem-umaQuem não vê bem uma370000Citação
/pt/t/37370/nenhum-livro-para-criancas-deveNenhum livro para crianças deve360000Citação
/pt/t/37514/pensar-e-limitar-raciocinar-ePensar é limitar. Raciocinar é360000Citação