242 online
Gustavo Adolfo Bécquer
Nasceu a 17 Fevereiro 1836
(Sevilha, Espanha)

Morreu em 22 Dezembro 1870
(Madrid, Espanha)

 
Título Visto Gosto Favorito Coments Livro Dat
/pt/t/1588/espreitava-em-seus-olhos-uma-lagrimaEspreitava em seus olhos uma lágrima57634414098Poema
/pt/t/1586/por-um-olhar-um-mundoPor um olhar, um mundo67603751194Poema
/pt/t/1583/enquanto-houver-uns-olhos-que-reflectemEnquanto houver uns olhos que reflectem6282263093Poema
/pt/t/1590/deixei-a-luz-a-um-ladoDeixei a luz a um lado5126194059Poema
/pt/t/1593/e-um-sonho-esta-vidaÉ um sonho esta vida5940167186Poema
/pt/t/1589/quando-mo-vieram-contar-senti-o-frioQuando mo vieram contar, senti o frio55521530207Poema
/pt/t/1592/deus-meu-tao-sozinhosDeus meu, tão sozinhos5067150064Poema
/pt/t/1585/hoje-sorriem-me-a-terra-e-os-ceusHoje sorriem-me a terra e os céus51171330120Poema
/pt/t/1587/sobre-o-regacoSobre o regaço48611330238Poema
/pt/t/1591/levai-me-por-piedade-onde-a-vertigemLevai-me por piedade onde a vertigem48461330127Poema
/pt/t/1584/se-receoso-se-turba-na-alta-noiteSe receoso se turba na alta noite50081260225Poema
/pt/t/13612/rima-xRima X10460100Poema
/pt/t/37641/a-solidao-e-muito-belaA solidão é muito bela,1110000Citação
/pt/t/37643/meu-deus-como-ficam-brMeu Deus, como ficam 800000Citação
/pt/t/37642/a-solidao-e-o-imperioA solidão é o império620000Citação