507 online
Luís de Camões
Nasceu a 1524
(Coimbra)

Morreu em 10 Junho 1580
(Lisboa)

Luís Vaz de Camões foi um poeta de Portugal, considerado uma das maiores figuras da literatura em língua portuguesa e um dos grandes poetas do Ocidente. Pouco se sabe com certeza sobre a sua vida.
 
Título Visto Gosto Favorito Coments Livro Dat
/pt/t/1627/da-alma-e-de-quanto-tiverDa alma e de quanto tiver94331615055Poema
/pt/t/13492/a-dor-que-a-minha-alma-senteA dor que a minha alma sente20562123360Poema
/pt/t/1793/vencido-esta-de-amorVencido está de amor467290020Poema
/pt/t/2512/amor-e-fogo-que-arde-sem-se-verAmor é fogo que arde sem se ver82897421424Poema
/pt/t/1628/acha-a-tenra-mocidadeAcha a tenra mocidade6733611015Poema
/pt/t/1631/mas-conquanto-nao-pode-haver-desgostoMas, conquanto não pode haver desgosto804759121132Poema
/pt/t/2513/mudam-se-os-tempos-mudam-se-as-vontadesMudam-se os tempos, mudam-se as vontades82205290137Poema
/pt/t/1742/eu-cantarei-de-amor-tao-docementeEu cantarei de amor tão docemente352148000Poema
/pt/t/1760/se-me-vem-tanta-gloria-so-de-olhar-teSe me vem tanta glória só de olhar-te356229100Poema
/pt/t/9986/quando-da-bela-vista-e-doce-risoQuando da bela vista e doce riso638024030Poema
/pt/t/1836/senhora-minha-se-de-pura-invejaSenhora minha, se de pura inveja291324000Poema
/pt/t/2051/transforma-se-o-amador-na-cousa-amadaTransforma-se o amador na cousa amada68592371250Poema
/pt/t/9994/catarina-e-mais-fermosaCatarina é mais fermosa541323110Poema
/pt/t/9988/tanto-de-meu-estado-me-acho-incertoTanto de meu estado me acho incerto883121110Poema
/pt/t/1747/se-as-penas-com-que-amor-tao-mal-me-trataSe as penas com que Amor tão mal me trata285021100Poema
/pt/t/1792/julga-me-a-gente-toda-por-perdidoJulga-me a gente toda por perdido352219000Poema
/pt/t/1903/sempre-a-razao-vencida-foi-de-amorSempre a Razão vencida foi de Amor403517200Poema
/pt/t/9995/posto-o-pensamento-nelePosto o Pensamento Nele681216000Poema
/pt/t/2097/alma-minha-gentil-que-te-partisteAlma minha gentil, que te partiste274216100Poema
/pt/t/1979/quem-diz-que-amor-e-falso-ou-enganosoQuem diz que Amor é falso ou enganoso259316100Poema
/pt/t/9993/apartaram-se-os-meus-olhosApartaram-se os meus Olhos575415010Poema
/pt/t/1745/que-me-quereis-perpetuas-saudadesQue me quereis, perpétuas saudades?306015000Poema
/pt/t/9985/porque-quereis-senhora-que-oferecaPorque quereis, Senhora, que ofereça429613000Poema
/pt/t/9991/esparsa-ao-desconcerto-do-mundoEsparsa Ao desconcerto do Mundo507511000Poema
/pt/t/1906/coitado-que-em-um-tempo-choro-e-rioCoitado! que em um tempo choro e rio293311200Poema
/pt/t/1867/o-cisne-quando-sente-ser-chegadaO cisne, quando sente ser chegada305310000Poema
/pt/t/1949/o-tempo-acaba-o-ano-o-mes-e-a-horaO tempo acaba o ano, o mês e a hora286110100Poema
/pt/t/1876/se-pena-por-amar-vos-se-mereceSe pena por amar-vos se merece29229000Poema
/pt/t/2118/ao-desconcerto-do-mundoAo desconcerto do Mundo26649100Poema
/pt/t/1768/quem-ve-senhora-claro-e-manifestoQuem vê, Senhora, claro e manifesto25619000Poema
/pt/t/1981/de-quantas-gracas-tinha-a-naturezaDe quantas graças tinha, a Natureza24309000Poema
/pt/t/2505/aquela-triste-e-leda-madrugadaAquela triste e leda madrugada31478200Poema
/pt/t/2100/ah-minha-dinamene-assim-deixasteAh! minha Dinamene! Assim deixaste24828000Poema
/pt/t/9992/a-um-fidalgo-que-lhe-tardara-com-uma-camisa-que-lhe-prometeraA um fidalgo que lhe Tardará com uma Camisa que lhe Prometera34257000Poema
/pt/t/2095/o-fogo-que-na-branda-cera-ardiaO fogo que na branda cera ardia,25437000Poema
/pt/t/9977/busque-amor-novas-artesBusque Amor novas artes26666000Poema
/pt/t/1941/qual-tem-a-borboleta-por-costumeQual tem a borboleta por costume26666000Poema
/pt/t/2510/sete-anos-de-pastor-jacob-serviaSete anos de pastor Jacob servia25116000Poema
/pt/t/2102/descalca-vai-para-a-fonteDescalça vai para a fonte24936000Poema
/pt/t/2103/perdigao-perdeu-a-penaPerdigão perdeu a pena52045100Poema
/pt/t/2508/o-dia-em-que-eu-nasci-moura-e-perecaO dia em que eu nasci, moura e pereça38545100Poema
/pt/t/2516/nao-sei-se-me-engana-helenaNão sei se me engana Helena26025000Poema
/pt/t/1915/lembrancas-que-lembrais-meu-bem-passadoLembranças, que lembrais meu bem passado25705100Poema
/pt/t/1985/ditoso-seja-aquele-que-somenteDitoso seja aquele que somente24215000Poema
/pt/t/2094/quem-pode-livre-ser-gentil-senhoraQuem pode livre ser, gentil Senhora,30624000Poema
/pt/t/9975/minha-alma-gentil-que-te-partisteMinha alma gentil, que te partiste26354100Poema
/pt/t/1934/nunca-em-amor-danou-o-atrevimentoNunca em amor danou o atrevimento25674000Poema
/pt/t/2109/quando-me-quer-enganarQuando me quer enganar25524000Poema
/pt/t/2517/pastora-da-serraPastora da Serra37633000Poema
/pt/t/2011/onde-acharei-lugar-tao-apartadoOnde acharei lugar tão apartado26613000Poema
/pt/t/2053/se-tanta-pena-tenho-merecidaSe tanta pena tenho merecida26323000Poema
/pt/t/2509/erros-meus-ma-fortuna-amor-ardenteErros meus, má fortuna, amor ardente26123200Poema
/pt/t/2055/tomou-me-vossa-vista-soberanaTomou-me vossa vista soberana24533000Poema
/pt/t/2408/tenho-me-persuadidoTenho-me Persuadido36102000Poema
/pt/t/2507/eis-aqui-quase-cume-da-cabecaEis aqui, quase cume da cabeça32102000Poema
/pt/t/2117/posto-me-tem-fortuna-em-tal-estadoPosto me tem Fortuna em tal estado29712000Poema
/pt/t/1992/glosa-a-mote-alheioGlosa a mote alheio28722010Poema
/pt/t/2519/verdes-sao-os-camposVerdes são os campos27812100Poema
/pt/t/2098/quando-de-minhas-magoas-a-compridaQuando de minhas mágoas a comprida26102000Poema
/pt/t/2111/amor-que-o-gesto-humano-na-alma-escreveAmor, que o gesto humano na alma escreve25992000Poema
/pt/t/2101/endechas-a-barbara-escravaEndechas a Bárbara escrava25012000Poema
/pt/t/2108/no-mundo-quis-o-tempo-que-se-achasseNo mundo quis o Tempo que se achasse25002100Poema
/pt/t/2518/na-fonte-esta-leanorNa fonte está Leanor24232000Poema
/pt/t/2511/em-prisoes-baixas-fui-um-tempo-atadoEm prisões baixas fui um tempo atado33481000Poema
/pt/t/9981/horas-breves-de-meu-contentamentoHoras breves de meu Contentamento29771000Poema
/pt/t/9979/enquanto-quis-fortuna-que-tivesseEnquanto quis Fortuna que Tivesse24231000Poema
/pt/t/2514/um-mover-dolhos-brando-e-piadosoUm mover dolhos, brando e piadoso24211000Poema
/pt/t/9984/pede-o-desejo-dama-que-vos-vejaPede o desejo, Dama, que vos veja31060000Poema
/pt/t/2112/quem-presumir-senhora-de-louvar-vosQuem presumir, Senhora, de louvar-vos27440000Poema
/pt/t/9978/com-o-tempo-o-prado-seco-reverdeceCom o Tempo o Prado Seco Reverdece27360010Poema
/pt/t/21303/morro-com-a-patriaMorro com a Pátria14800160Citação
/pt/t/21298/os-lusiadas-canto-viiiOs Lusíadas, canto VIII1340000Citação
/pt/t/37670/melhor-e-experimenta-lo-que-julga-loMelhor é experimentá-lo que julgá-lo,1320000Citação
/pt/t/37659/verdade-amor-razao-merecimento-brVerdade, amor, razão, merecimento 1090000Citação
/pt/t/21296/os-bons-vi-sempre-passarOs bons vi sempre passar1060000Citação
/pt/t/21299/coisas-impossiveis-e-melhor-esquece-lasCoisas impossíveis, é melhor esquecê-las930000Citação
/pt/t/37663/porque-e-tamanha-bem-aventuranca-brPorque é tamanha bem-aventurança 900000Citação
/pt/t/37671/quem-quis-sempre-podeQuem quis, sempre pôde.890000Citação
/pt/t/21302/nao-se-pode-ter-pacienciaNão se pode ter paciência840000Citação
/pt/t/37661/um-baixo-amor-os-fortesUm baixo amor os fortes800000Citação
/pt/t/37664/o-verdadeiro-sabio-esta-seguroO verdadeiro sábio está seguro750000Citação
/pt/t/21301/tudo-me-defendei-senao-soTudo me defendei, senão só730000Citação
/pt/t/21297/o-gente-que-a-naturabrvizinhaÓ gente que a natura720000Citação
/pt/t/37668/o-gloria-de-mandar-oÓ glória de mandar! Ó680000Citação
/pt/t/37673/e-fraqueza-entre-ovelhas-serÉ fraqueza entre ovelhas ser670000Citação
/pt/t/37674/quanto-mais-pode-a-feQuanto mais pode a fé660000Citação
/pt/t/37669/e-sou-ja-do-queE sou já do que660000Citação
/pt/t/37657/nao-ha-alma-sem-corpoNão há alma sem corpo,640000Citação
/pt/t/37658/basta-um-frade-ruim-paraBasta um frade ruim para620000Citação
/pt/t/37660/contra-o-ceu-nao-valemContra o céu não valem600000Citação
/pt/t/21300/transforma-se-o-amador-na-coisaTransforma-se o amador na coisa600000Citação
/pt/t/37666/quem-siso-quer-ter-naoQuem siso quer ter não600000Citação
/pt/t/37662/sempre-por-via-ira-direitaSempre por via irá direita600000Citação
/pt/t/37676/que-o-de-que-viveQue o de que vive600000Citação
/pt/t/37675/quem-nao-sabe-a-arteQuem não sabe a arte,570000Citação
/pt/t/37672/nos-perigos-grandes-o-temorNos perigos grandes, o temor570000Citação
/pt/t/37665/nunca-vi-coisa-mais-paraNunca vi coisa mais para500000Citação