Moacyr Felix

Moacyr Felix
Moacyr Félix de Oliveira foi um poeta, escritor, editor e intelectual brasileiro.
Jabuti
Nasceu a 11 Março 1926 (Rio de Janeiro, Brasil)
Morreu em 25 Outubro 2005
Comentários
Moacyr Felix (Rio de Janeiro RJ, 1926) terminou o curso de Direito em 1948, mesmo ano em que foi lançado seu primeiro livro de poesia, Cubo de Trevas. Entre 1950 e 1953 estudou na Faculdade de Letras da Universidade de Sorbonne, em Paris (França), onde também fez estudos de Filosofia no Collége de France. Até 1954 foi redator e locutor de um programa da Radiodifusão e Televisão Francesa para a América Latina. De volta ao Brasil, foi redator da revista literária Marco e redator e locutor de um programa semanal sobre poesia e literatura na Rádio Ministério da Educação e Cultura. Ainda nos anos 50 colaborou em vários periódicos, entre os quais Correio da Manhã, Diário de Notícias, Alguma Poesia e Revista do Brasil. Em 1962 e 1963 foi organizador e prefaciador dos três volumes da série Violão de Rua, para o Centro Popular de Cultura da UNE. Foi preso pelo regime militar, em 1966, por suas manifestações a favor da liberdade de expressão. Dirigiu a coleção Poesia Hoje, da Ed. Civilização Brasileira, entre 1963 e 1971. Colaborou na revista Le Scarabée International, em 1982. É sócio-fundador da Associação Brasileira de Crítica Literária. Entre suas obras estão O Pão e o Vinho (1959), com o qual ganhou o prêmio Alphonsus de Guimaraens de melhor livro de poesia, em 1960, e Em Nome da Vida, que recebeu o prêmio de melhor livro de poesia no país em 1982, concedido pela APCA. Moacyr Félix pertence à segunda geração do modernismo brasileiro. Segundo o crítico Alceu Amoroso Lima, “o socialismo poético-libertário de Moacyr Félix representa uma face perene do sentimento de solidão do poeta, como todo exílio, mas também o protesto e a reivindicação social de um futuro melhor para sua gente e sua terra.”