Olga Savary

Olga Savary
Olga Savary é uma escritora brasileira.
Nasceu a 21 Maio 1933 (Belém PA)
Morreu em 15 Maio 2020 (Teresópolis)
Wikipedia Comentários Gostos Seguidores
Olga Savary (Belém PA, 1933) publicou seu primeiro livro de poesia, Espelho Provisório, em 1970. No ano seguinte recebeu o Prêmio Jabuti de Autor Revelação, concedido pela Câmara Brasileira do Livro. Entre 1975 e 1987 traduziu obras de Jorge Semprúm, Julio Cortázar, Mario Vargas Llosa, Octávio Paz, Pablo Neruda e Román Cano. Conquistou, em 1977, o prêmio de Poesia concedido pela Associação Paulista de Críticos de Arte, pelo livro Sumidouro. Representou o Brasil, em 1985, no Poetry International, na Holanda. Em 1997 ocorreu a publicação de seu livro de contos O Olhar Dourado do Abismo, com prefácio de Dias Gomes e xilogravuras de Rubem Grilo. Sua obra poética, de tendências contemporâneas, abrange os livros Altaonda (1979), Magma (1982), Linha d'água (1987) e Retratos (1989), entre outros. Segundo o crítico Felippe Fortuna, "ao estrear numa década violenta da história política do País, Olga Savary atravessou-a com a delicadeza da linha-d´água no papel, sem se permitir a poesia engajada: ela é, de fato, poeta dos elementos, das formas naturais, das pequenas elegias.".