636 online
Clara
Escura
Português
Español
English

Sirlânio Jorge Dias Gomes (R)

Sirlânio Jorge Dias Gomes (R)
Ver Perfil - sirlanio2017
Nasceu a 14 Abril 1972
(Minas Gerais)
Abre a mente ao que eu te revelo e retém bem o que eu te digo, pois não é ciência ouvir sem reter o que se escuta.(Dante Alighieri) Um homem apaixonado por poesia. Tento traduzir os pensamentos na fidelidade que estes me concebem.Não tenho a pretensão de ser poeta,e se por acaso as palavras me metamorfosear em algo parecido,não me culpe;apenas me perdoe.(Sirlânio Jorge Dias Gomes)
85331 visualizações
17 2 2
 

Indivisível afeto


Te tenho em meus laços,
Este afeto condizente amor,
De olhares diamantes,
Brilhando ao valor de si,
Embebido de venustidade.

As rosas te imitam na primavera,
Quando me perco em teus campos,
Beijo o delírio nos teus encantos,
Feito um colibri enamorado,
Delicada cura do meu fascínio.

Teus movimentos labiais,
Escarlate ternura consentida,
Abraça-me o coração seduzido,
Absorto de amores em ardor,
Paraíso infindo dos teus seios,
Libido adorno que me deleita.

Tamanho apego meu ser inflama,
A doce voz que de tão bela,
Os meus ouvidos se acalantam,
Metrificando o meu sentir,
Perdidamente em versos,
Poesia solene que me declama.

Em teu colo me aninho,
Este regaço que me apetece,
A desabrochar no meu peito,
Flores joviais de felicidade,
Enquanto juras de amor,
Confidenciam segredos,
De um amor de verdade.