Eduardo Alves da Costa

Eduardo Alves da Costa

Eduardo Alves da Costa é um escritor e poeta brasileiro.

1936-03-06 Niterói, Rio de Janeiro, Brasil
43199
0
47

O Poeta Eduardo Leva seu Cão Raivoso a Passear

Eduardo, louco em férias, poeta disfarçado em
burocrata, levanta-se todos os dias com
péssimo humor, para ser devorado pelo
relógio de ponto.

Obediente, amável, prestativo, conhece a fisionomia
dos carimbos, sabe de cor o roteiro
dos papéis e sente uma vontade secreta de
atear fogo aos arquivos.

Adora olhar pela janela. Está sempre olhando
pela janela, muito embora nada aconteça.

Acredita nos homens, entregaria sua vida por
eles, porque é um tolo, um humanista
impenitente, um amante das grandes causas,
um aprendiz de santo, um sofredor pela
miséria alheia, uma vítima do melodramático,
um desprotegido contra a chantagem
emocional, com uma farpa da cruz atravessada
no coração.

Espera ansioso o momento de lutar pelo proletariado
mas não compreende como se
resolverá o problema de acomodar os milhões
de traseiros num único trono. E se prepara,
desde logo, para enfrentar os burocratas,
os donos do poder e o pelotão de fuzilamento.

Odeia os delegados, representantes, procuradores,
emissários, substitutos, intermediários,
signatários e mensageiros.

(...)


In: COSTA, Eduardo Alves da. No caminho, com Maiakóvski. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985. (Poesia brasileira). Poema integrante da série O Tocador de Atabaqu
1382
1


Quem Gosta

Quem Gosta

Seguidores