Raimundo Correia

Raimundo Correia

Raymundo da Motta de Azevedo Corrêa foi um juiz e poeta brasileiro.

1859-05-13 Barra da Magunça, Maranhão, Brasil
1911-09-13 Paris, França
206419
3
97

Primeiras Vigílias

Dos revoltos lençóis sobre o deserto
Despejava-se, em ondas silenciosas,
O luar dessas noites vaporosas,
De seu lânguido cálix todo aberto.

Rangia a cama, e deslizavam, perto
Alvas, femíneas formas ondulosas;
E eu a idear, nas ânsias amorosas,
Uns ombros nus, um colo descoberto.

E a gemer: — "Abeirai-vos de meu leito,
Ó sensuais visões da adolescência,
E inflamai-vos na pira em que me inflamo!

Fervem paixões despertas no meu peito;
Descai a flor virgínea da inocência,
E irrompe o fruto dolorido... Eu amo!


In: CORREIA, Raimundo. Poesias completas. Org. pref. e notas Múcio Leão. São Paulo: Ed. Nacional, 1948. v.1, p.5
870
0


Prémios e Movimentos

Parnasianismo

Quem Gosta

Quem Gosta

Seguidores