114 online
Mário Quintana
Nasceu a 30 Julho 1906
(Alegrete, Rio Grande do Sul, Brasil)

Morreu em 05 Maio 1994
(Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil)

Mário de Miranda Quintana foi um poeta, tradutor e jornalista brasileiro.
 
A vaca e o hipogrifo
1977
A vaca e o hipogrifo
Baú de espantos
1986
Baú de espantos
Preparativos de viagem
1987
Preparativos de viagem
Sapato florido
1948
Sapato florido
Caderno H
1973
Caderno H
Espelho mágico
1951
Espelho mágico
Velório sem defunto: poemas inéditos
1990
Velório sem defunto: poemas inéditos
Esconderijos do tempo
1980
Esconderijos do tempo
80 anos de poesia
1986
80 anos de poesia
Da preguiça como método de trabalho
1987
Da preguiça como método de trabalho
Antologia poética
1976
Antologia poética
Apontamentos de história sobrenatural
1976
Apontamentos de história sobrenatural
Para viver com poesia
1994
Para viver com poesia
A cor do invisível
1989
A cor do invisível
Quintana de bolso: rua dos cataventos  e  outros poemas
1984
Quintana de bolso: rua dos cataventos e outros poemas
Eu passarinho: poesia
1984
Eu passarinho: poesia
Sapo amarelo
1984
Sapo amarelo
A rua dos cataventos
1938
A rua dos cataventos
A ciranda
1981
A ciranda
Faz de conta
1981
Faz de conta
Nova antologia poética
1981
Nova antologia poética
O livro de haicais
1994
O livro de haicais
Só meu
1988
Só meu
Aprendiz De Feiticeiro, O / Espelho Magico
1988
Aprendiz De Feiticeiro, O / Espelho Magico
Porta giratória
1988
Porta giratória
Poemas: para ler na escola
1985
Poemas: para ler na escola
Agua: os últimos textos de
1985
Agua: os últimos textos de
Nariz de vidro
1985
Nariz de vidro
Poesias
1962
Poesias
CAIXA MARIO QUINTANA
1986
CAIXA MARIO QUINTANA
Diário poético 87: Kalender
1986
Diário poético 87: Kalender
Canções
1946
Canções
Mário Quintana
1978
Mário Quintana
Prosa  e  verso
1978
Prosa e verso