A Noite

De noite,
quando as bocas calam
e as almas passeiam
tudo vira refúgio
todos os ruídos
viram suspeitos
e as sombras
cúmplices
Os cantos
de todos os lados
viram abrigo
De noite
livre do barulho do mundo
posso saber de mim
Tudo se afasta
e posso sair
cair
sorrir

O véu escuro lá fora
me faz lembrar
que de manhã
tudo volta

378
0


Quem Gosta

Quem Gosta

Seguidores