241 online
Clara
Escura
Português
Español
English

Sirlânio Jorge Dias Gomes (R)

Sirlânio Jorge Dias Gomes (R)
Ver Perfil - sirlanio2017
Nasceu a 14 Abril 1972
(Minas Gerais)
Abre a mente ao que eu te revelo e retém bem o que eu te digo, pois não é ciência ouvir sem reter o que se escuta.(Dante Alighieri) Um homem apaixonado por poesia. Tento traduzir os pensamentos na fidelidade que estes me concebem.Não tenho a pretensão de ser poeta,e se por acaso as palavras me metamorfosear em algo parecido,não me culpe;apenas me perdoe.(Sirlânio Jorge Dias Gomes)
86785 visualizações
17 2 2
 

Inolvidável


Amar é despedir-se aos poucos, 
Perceber nos detalhes da imperfeição, 
Os laços sublimes invisíveis do querer, 
Posto que o amor escuta o coração, 
Sussurrando eternidades no tempo, 
Diligência de dois seres em evolução. 
É aprender com as diferenças, 
Renascer das cinzas a cada morte, 
Trazendo a vida no perdão verdadeiro, 
Amando a beleza das coisas simples, 
Acariciando o finito saber de existir, 
Entre a essência e o destino confesso. 
É abraçar-se ao infinito, 
Perceber o tesouro do desejo no olhar, 
Mesmo no entardecer da juventude, 
Primícias da senilidade no corpo cansado, 
reminiscência da chama luzidia do amor, 
Como se houvesse acabado de se apaixonar. 
É loucura sob as razões de si, 
Desabrochando todos os dias entre as estações, 
A cada amanhecer e pôr do sol, 
Degustando cada momento de felicidade, 
No imenso vitral da vida gotejante, 
Regando a flor da memória cortejando a saudade. 
Amar é amar e amar, 
Um mar de compilações de histórias, 
Benemérito dos ancestrais em suas lutas, 
A certeza de que amar vale a pena, 
Ilustrando as emoções em cada cena, 
livro que se fecha e se aventa.