danielacavalheiro

danielacavalheiro

Ainda estou me escrevendo, em versos brutos que hão de ser lapidados pela vida.

1996-10-05 Curitiba - Paraná
3225
7
12

Sob a pele

O pior julgamento
ao qual sou submetido
É o que vem de dentro.

Cada falha, cada rasgo de meu ser
É analisado com minúcia.

Coisas que passam batidas
aos olhos dos outros
Da proximidade que vejo,
me parecem terríveis.

Preciso de distância,
Para ter paz.

Me tirem de mim!
709
9

-
ademir domingos zanotelli
Parabéns!, belo poema. muito elegante e profundo.
03/setembro/2023
-
antonioherculles
Parabéns!
20/novembro/2019
-
ania_lepp
Perfeito, poetisa...um prazer te ler, parabéns!!!
01/outubro/2017

Quem Gosta

Quem Gosta

Seguidores