António Manuel Couto Viana

António Manuel Couto Viana

António Manuel Couto Viana foi um encenador, tradutor, poeta, dramaturgo e ensaísta português.

1923-01-24 Viana do Castelo
2010-06-08 Lisboa
16435
0
6

Alegoria

Fruto tão maduro
Que me apodreceu.
Foi-se a colheita do futuro:
Podeis aproveitar, aves do céu!

Pomar de luto.
Venha outro Outono pra me consolar;
Outro fruto
Que mate a minha fome e sede de cantar.

E não mais espantalhos a suster
A gula natural dos meus sentidos:
Seja, enfim, livre pra morder,
Ainda verde, o que nascer
Destes ramos despidos!

1108
0


Quem Gosta

Quem Gosta

Seguidores