Augusto dos Anjos

Augusto dos Anjos

Augusto dos Anjos foi poeta brasileiro. Sua obra é extremamente original. É considerado um dos poetas mais críticos de sua época.

1884-04-20 Cruz do Espírito Santo, Paraíba, Brasil
1914-11-12 Leopoldina, Minas Gerais, Brasil
450453
28
217


Prémios e Movimentos

Simbolismo

Alguns Poemas

Augusto dos Anjos (Cruz do Espírito Santo PB, 1884 - Leopoldina MG, 1912) matriculou-se, em 1903, na Faculdade de Direito do Recife, formando-se em 1907. Retornou então à capital da Paraíba, João Pessoa, onde já publicava poemas nos jornais O Comércio, A União, O Norte, e na revista Terra Natal. Lá, deu aulas de Literatura Brasileira no Liceu Paraibano, até que em 1910 foi afastado do cargo, em decorrência de desentendimento com o governador. No ano seguinte mudou-se para o Rio de Janeiro, onde lecionou no Colégio Pedro II. Em 1912, publicou Eu, seu único livro de poesias. Transferiu-se para Leopoldina, MG, em 1914, para assumir a direção de um grupo escolar, mas faleceu pouco tempo depois. A obra de Augusto dos Anjos é única na literatura brasileira; seus poemas apresentam linguagem cientifista-naturalista, em que termos técnicos, por vezes extravagantes, constroem imagens que remetem à morte, à desintegração. No entanto seus versos, que exprimem o pessimismo, e mesmo ao asco diante da vida, alcançaram e continuam objeto de grande popularidade.
-
AUGUSTO DOS ANJOS: O ÚNICO POETA PRÉ-MODERNISTA | Resumo de Literatura para o Enem
Entenda o poema #1 PSICOLOGIA DE UM VENCIDO, Augusto dos Anjos.
Augusto dos Anjos - Poema negro
Augusto dos Anjos - Psicologia de um vencido
Versos íntimos | Augusto dos Anjos | Sonoridade Literária
Ciência & Letras - Augusto dos Anjos
Augusto dos Anjos e a trajetória do poeta mais pessimista da literatura brasileira.
Aula 34 - Poeta Original: Augusto dos Anjos
Trevor Belmont: Luz de Noite
Solitário | Poema de Augusto dos Anjos com narração de Mundo Dos Poemas
Vozes da morte | Augusto dos Anjos | Sonoridade Literária
LITERATURA: Augusto dos Anjos - PRÉ-MODERNISMO
Augusto dos Anjos - Eterna mágoa
BIOGRAFIAS - Augusto dos Anjos
Augusto dos Anjos - Vandalismo
Augusto dos Anjos - O morcego
A Meu Pai Morto | Poema de Augusto dos Anjos com narração de Mundo Dos Poemas
3º Ciclo de conferências | Quatro Centenários: Augusto dos Anjos
Dr. Enéas Carneiro declama Augusto dos Anjos, “O Lamento das Coisas” - Legendado
Augusto dos Anjos - A ideia
Papopoético 82 - Augusto dos Anjos - sonetos
Resumo de "Eu e outras poesias", de Augusto dos Anjos
AUDIOLIVRO: "Eu", de Augusto dos Anjos
MONÓLOGO DE UMA SOMBRA (AUGUSTO DOS ANJOS)
EU E OUTRAS POESIAS de AUGUSTO DOS ANJOS
Versos Íntimos | Poema De Augusto Dos Anjos com narração de Mundo Dos Poemas
Augusto dos Anjos - Versos a um coveiro
Augusto dos Anjos - Versos de amor
ITN- 20.04.2022- Memorial conta história de Augusto dos Anjos, que nasceu há 138 anos
AUGUSTO DOS ANJOS: POETA DA MORTE, PROFESSOR DO PEDRO II E POLÊMICO #joaopessoa #jampa #paraiba
Versos Íntimos - Augusto dos Anjos
Augusto dos Anjos, poeta paraibano classificado como cronologicamente como Pré-Modernista
Psicologia de um vencido
Contrastes | Poema de Augusto dos Anjos com narração de Mundo Dos Poemas
Augusto dos Anjos - A árvore da serra
VERSOS ÍNTIMOS - de Augusto dos Anjos
Augusto dos Anjos - O lamento das coisas
VERSOS ÍNTIMOS - Augusto dos Anjos - breve análise
Versos Íntimos - Augusto dos Anjos
Augusto dos Anjos - Vencedor
Sonho De Um Monista | Poema de Augusto dos Anjos com narração de Mundo Dos Poemas
O Lamento Das Coisas | Poema de Augusto dos Anjos com narração de Mundo Dos Poemas
O poeta do hediondo (soneto de Augusto dos Anjos). Prof. Marcelo Nunes
Augusto dos Anjos - Vozes de um túmulo.
solitário (Assis Medeiros e Augusto dos Anjos)
O POETA DO HEDIONDO - AUGUSTO DOS ANJOS - ANÁLISE - VESTIBULAR UNIOESTE 2023 2024 2025
Infeliz | Poema de Augusto dos Anjos com narração de Mundo Dos Poemas
Augusto dos Anjos - O martírio do artista
Psicografia de Augusto dos Anjos por Chico Xavier
AO HOMEM (Augusto dos Anjos, Chico Xavier e Zé Henrique Martiniano)
rainha (litle popcorn)
esta obra de arte ira fazer parte de uma das minhas musicas
29/março/2023
paulão da regulagem
legal
29/março/2023
paulin jr da regulagem
increviel
29/março/2023
Nicedes
Há um equívoco na cidade de Nascimento o correto é Sapé Pb
17/novembro/2022
Cláudio Iennaco
Há um equívoco no ano da morte do Poeta, no início do texto.
08/novembro/2021
Aldemir Araújo
Está faltando o final do poema
18/fevereiro/2021
Snorky
Tra la la,tra la la la,tra la la,tra la la la,One Banana,Two Banana,Three Banana Four,Four Banana make bunch so for anymore
19/novembro/2020
-
lagazaz
Poeta maior,sem igual na poesia brasileira...do seu quilate,julgo e talento...poucos ousaram
27/julho/2020
Augusto Dos Anjos
Eu estou vivo, estou vivo, todo o dia de toda a semana saio de casa em uma cadeira de rodas em pleno 2020, e olho pro céu, e me sinto mais vivo do que em 1880.
16/abril/2020
Jojo Toddynho
adorei vai fazer parte da minha nova musica uiiiiii vamo que vamo!!!
09/setembro/2019
Katarina legal
mto foda meu
09/setembro/2019
Kaian
Magnific
29/agosto/2019
kessia lorrany
muito lindo
16/maio/2019
Antônio Hespanhol
Se com Tântalo não cabe brigar, resta brincar
23/abril/2019
franscleytton do carmo
muito bom, embora seja PESADÃO
04/abril/2019

Quem Gosta

Seguidores