227 online
Clara
Escura
Português
Español
English

Sirlânio Jorge Dias Gomes (R)

Sirlânio Jorge Dias Gomes (R)
Ver Perfil - sirlanio2017
Nasceu a 14 Abril 1972
(Minas Gerais)
Abre a mente ao que eu te revelo e retém bem o que eu te digo, pois não é ciência ouvir sem reter o que se escuta.(Dante Alighieri) Um homem apaixonado por poesia. Tento traduzir os pensamentos na fidelidade que estes me concebem.Não tenho a pretensão de ser poeta,e se por acaso as palavras me metamorfosear em algo parecido,não me culpe;apenas me perdoe.(Sirlânio Jorge Dias Gomes)
85435 visualizações
17 2 2
 

Revolução


Peguei o papel e a pena,
Joguei para o alto e saí,
Não queria mais falar de amor,
Deixei a inspiração escandalizada.
Eram três horas da manhã,
Após tantas xícaras de café,
Decidi que não iria mais te amar,
Perder noites de sono,
Debruçado na janela,
Sonhando acordado ao luar,
Pensando em te conquistar.
Fique aí com esta soberba,
Ingrata donzela cheia de si,
Não terás mais meus elogios,
Cansei-me de ti,
Neste imenso vazio da vaidade,
A me consumir de tristeza.
Já é alvorada no meu cais,
Onde cortando o horizonte se vai,
Minha ilusão no navio da sensatez,
Em direção a ilha do esquecimento,
Para nunca mais voltar.