Adélia Prado

Adélia Prado

Adélia Luzia Prado Freitas é uma escritora brasileira. Seus textos retratam o cotidiano com perplexidade e encanto, norteados pela fé cristã e permeados pelo aspecto lúdico, uma das características de seu estilo único.

1935-12-13 Divinópolis, Minas Gerais, Brasil
167660
4
85


Prémios e Movimentos

Jabuti 1978FBN 2010FBN 2016

Alguns Poemas

Adélia Prado (Divinópolis MG, 1935) formou-se bacharel em Filosofia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Divinópolis em 1970. Seu primeiro livro de poesia, Bagagem, foi publicado em 1976. Em 1978, seria lançado O Coração Disparado, com o qual ganhou o Prêmio Jabuti de Poesia. Publicou, entre 1979 e 1999, os romances Solte os Cachorros, Cacos para um Vitral, Os Componentes da Banda, O Homem da Mão Seca e Manuscritos de Felipa. Em 1999, os quatro primeiros romances foram publicados em Prosa Reunida. Fazem parte de sua obra poética Terra de Santa Cruz (1981), O Pelicano (1987), A Faca no Peito (1988), Poesia Reunida (1991) e Oráculos de Maio (1999). Na poesia de Adélia Prado, de tendência contemporânea, são freqüentes os elementos que remetem à paisagem e ao cotidiano do interior de Minas Gerais. Há também uma abordagem bastante inovadora da sexualidade feminina.
- - -
Adélia Prado - 24/03/2014
Adélia Prado - a vida é mais tempo alegre do que triste
Roda Viva | Adélia Prado | 1994
Série 15 Minutos - Adélia Prado
Adélia Prado fala sobre sua obra, feminismo e o momento político do Brasil (2018)
ENSINAMENTO - Adélia Prado
"Reflexões Filosóficas sobre Poemas de Adélia Prado" LIVE com a Profª Lúcia Helena Galvão
Adélia Prado - XIX Encontro Comunitário de Saúde Mental #Shorts
Recuperação 2023 - Produção Textual 22/12/2023
Adélia Prado no Sempre Um Papo - 30 anos
Adélia Prado - SÉRIE "10 CITAÇÕES"
Adélia Prado no Sesc Vila Mariana - Sempre Um Papo 2014
Adélia Prado fala sobre fé e arte - Imagem da Palavra (2012) [Rede Minas Memória]
Exausto | Poema de Adélia Prado com narração de Mundo Dos Poemas
Romeu Zema pergunta se escritora Adélia Prado trabalha em rádio mineira
Adélia Prado no Sempre um Papo - 2008
Adélia Prado - O poder humanizador da poesia
ADELIA PRADO UMA MULHER DESDOBRAVEL 1
A MEMÓRIA AFETIVA - ADÉLIA PRADO (Poesia)
Não Quero Faca Nem Queijo Quero a Fome | Poema de Adélia Prado com narração de Mundo Dos Poemas
Leitura Obrigatória - Bagagem: Adélia Prado
Com Licença Poética | Poema de Adélia Prado com narração de Mundo Dos Poemas
[Sobre o autor] Adélia Prado
Adélia Prado, a simplicidade de um estilo
ADELIA PRADO - Documentário
ADELIA PRADO - entrevista exclusiva
Assembleia de MG prepara desagravo à escritora Adélia Prado após gafe de governador
Casamento | Poema de Adélia Prado com narração de Mundo Dos Poemas
Resenha #104 Poesia reunida, de Adélia Prado | Com licença poética!
Adélia Prado - 2o. Fliaxará 2013
Dona Doida | Poema de Adélia Prado com narração de Mundo Dos Poemas
Camilla Rebouças | Momento | Adélia Prado
Adélia Prado pede oração pelo Brasil no #SempreUmPapo
BAGAGEM DE ADÉLIA PRADO
Adélia Prado (Com Licença Poética) - Projeto [Caixa de Espanto] de @TiagoZorg #literatura #leitura
Dona Doida - Adélia Prado
Palestra de Adélia Prado na SP Escola de Teatro
Entrevista com Adélia Prado - Jogo de Idéias
Análise do poema "Com licença poética" de Adélia Prado.
Simpósio Nacional da Família 2014 - "Testemunho de Adélia Prado"
Resumo do livro "Bagagem" de Adélia Prado.
Bagagem, Adélia Prado - Leitura Obrigatória UFRGS 2021
Bagagem (1976), de Adélia Prado. Prof. Marcelo Nunes.
Adélia Prado (Momento) - Projeto [Caixa de Espanto] de @TiagoZorg #literatura #poesia #leitura
Marília Gabriela lê "Com Licença Poética", de Adélia Prado
As Mortes Sucessivas - Adélia Prado | Poesia
"Bendito" por Adélia Prado
A memória eterniza o que realmente importa | Adélia Prado by Nélson Freire
Adélia Prado - Encontros Notáveis
Leitura de poemas por Adélia Prado - Jogo de Idéias
Lucas
Ajudou com o meu dever=)
03/abril/2019

Quem Gosta

Seguidores