226 online
Clara
Escura
Português
Español
English

Sirlânio Jorge Dias Gomes (R)

Sirlânio Jorge Dias Gomes (R)
Ver Perfil - sirlanio2017
Nasceu a 14 Abril 1972
(Minas Gerais)
Abre a mente ao que eu te revelo e retém bem o que eu te digo, pois não é ciência ouvir sem reter o que se escuta.(Dante Alighieri) Um homem apaixonado por poesia. Tento traduzir os pensamentos na fidelidade que estes me concebem.Não tenho a pretensão de ser poeta,e se por acaso as palavras me metamorfosear em algo parecido,não me culpe;apenas me perdoe.(Sirlânio Jorge Dias Gomes)
85409 visualizações
17 2 2
 

Alencar


Há uma flor,
Deserta em meio ao jardim,
Selvagem sem o ser totalmente,
Perfumada igual a plumeria,
Amante do amor em silêncio,
Beijando o infinito da vida,
Na eternidade multicor,
Imperativos de uma rocha,
Invólucro coração clemente.
Há uma flor,
Enigmática alentada,
Acalentando o destino,
Apreços da resiliência,
Feito versos em poesia,
Rimando o tempo,
Na beleza de um porvir,
Imitando a tempestade,
Na timidez de uma calmaria,
deleitando-se na grandeza de ser.
Há um flor,
Semente de outras flores,
Ataviando a rocha do caminho,
Sutil grandeza em timidez,
Denodos do corpo,
Gritando ao universo,
Enquanto a alma,
Vestida de elegância,
Jorra numa fonte bendita.