Stela do Patrocínio

Stela do Patrocínio

a mulher que falava coisas

1941-01-09 Rio de Janeiro
1992-10-20 Colônia Juliano Moreira
12905
1
12

Não sou eu que gosto de nascer

Não sou eu que gosto de nascer
Eles é que me botam para nascer todo dia
E sempre que eu morro me ressuscitam
Me encarnam me desencarnam me reencarnam
Me formam em menos de um segundo
Se eu sumir desaparecer eles me procuram onde eu estiver
Pra estar olhando pro gás pras paredes pro teto
Ou pra cabeça deles e pro corpo deles

(Stela do Patrocínio, em diagramação de sua fala por Viviane Mosé)
1899
1


Quem Gosta

Quem Gosta

Seguidores