gersonderodrigues

gersonderodrigues

Escritor, Poeta, Filósofo, Professor e Anarquista brasileiro autor dos livros 'Aforismos de um Niilista' - 'Tragédias & Niilismo' 'Poesias & Maldições' - 'Tragédias & Niilismo'

442847
1
2

Poema – Orgias & Traições

Poema – Orgias & Traições

Foram três horas de orgia
E alguns copos de Whisky

Antes de eu colocar aquela maldita
Corda no meu pescoço

Sua buceta menstruada misturada com o seu gozo
Escorriam pela minha boca

Você me ligava o tempo inteiro
Conseguia ver o seu numero na tela do celular

E se eu tivesse atendido?
Deveria dizer que estava fodendo com a minha melhor amiga?
Que o nosso amor acabou no terceiro ou quarto copo de Whisky?

Não...
Eu não poderia te atender naquele momento

Quando você dilacerou o meu coração
O mastigou e cuspiu na minha cara

Eu não te liguei
Não disse uma única palavra

Fui embora as quatro e vinte e cinco da madrugada
Estava chovendo
O cabelo no meu rosto e a chuva escondiam as minhas lágrimas

Algumas horas depois você me enviou uma mensagem
Pedindo perdão
Perdão? Como eu poderia te perdoar?

Você era a minha Deusa
A minha musa inspiradora

Eu havia te dado o mundo
E em troca você matou a nossa filha
Ainda no seu útero

Eu te perdoei por isso (...)
Assumi a culpa e a responsabilidade pelos seus vícios

Meses depois você me apunhalou pelas costas
Agora que estou sangrando em meio a chuva
Você me liga pedindo perdão?

Não (...)
Não posso te perdoar


Porque hoje eu fodi com aquela garota ruiva
Que você tinha ciúmes

O Perdão é um conceito cristão
Mas você me conhece

Eu e cristo nunca nos demos muito bem
Já o Diabo? Ele sempre foi o meu melhor amigo

O Nosso amor sempre foi um caos não é mesmo?
Talvez por isso nos completávamos tanto

Seus vícios, minha rebeldia
Nosso tesão insaciável

Hoje a sua mãe me ligou
Dizendo que você foi internada
Cocaína (...)

Eu poderia te salvar sabe?
Te tirar de lá
Te abraçar e dizer que vai ficar tudo bem

Mas não vai (...)
Sabemos que não vai

Posso te contar um segredo?
A morte da nossa filha não foi sua culpa
Tampouco minha

Éramos jovens e imaturos
E hoje somos velhos e machucados demais
Para tentar novamente

Com todos esses traumas
O que nos resta?

A não ser aquela velha corda
Que juramos nunca mais utilizar...

Mas você me conhece (...)
Eu sempre tive uma atração pelo suicídio.

- Gerson De Rodrigues


63329
0

Mais como isto



Quem Gosta

Quem Gosta

Seguidores