Oswald de Andrade

Oswald de Andrade

José Oswald de Sousa Andrade foi um escritor, ensaísta e dramaturgo brasileiro. Era filho único de José Oswald Nogueira de Andrade e de Inês Henriqueta Inglês de Sousa Andrade. Seu nome pronuncia-se com acento na letra 'a'.

1890-01-11 São Paulo, Brasil
1954-10-22 São Paulo, São Paulo, Brasil
168499
4
77


Alguns Poemas

Oswald de Andrade (São Paulo SP, 1890 - 1954) formou-se bacharel em Direito em São Paulo, em 1919. Dois anos depois começou a articular a campanha modernista, com a publicação do artigo O Meu Poeta Futurista, que lançou o poeta Mário de Andrade, no Jornal do Comércio, e o contato com os artistas e intelectuais, como Anita Malfatti e Manuel Bandeira, que participariam na Semana de Arte Moderna, em 1922. Na década de 1920, colaborou em vários periódicos, principalmente nos modernistas, como a revista Klaxon, publicou os romances da Trilogia do Exílio e trabalhou na divulgação da estética modernista com os manifestos Pau-Brasil (1924) e Antropofágico (1928). Nos anos seguintes publicou romances, entre eles Serafim Ponte Grande e Marco Zero, além de peças teatrais, dentre as quais se destaca O Rei da Vela. Foi integrante do Partido Comunista, entre 1931 e 1945, e sofreu perseguições políticas pela sua militância. Em 1945 tornou-se livre-docente em Literatura Brasileira na USP, com a tese A Arcádia e a Inconfidência. Publicou, em 1954, o livro de memórias Um Homem Sem Profissão. Destacam-se, em sua obra poética, os livros Pau-Brasil (1925) e Primeiro Caderno do Aluno de Poesia Oswald de Andrade (1927). Oswald de Andrade é um dos nomes fundamentais do Modernismo. A respeito de sua poesia, Haroldo de Campos afirmou: "Oswald recorreu a uma sensibilidade primitiva (como fizeram os cubistas, inspirando-se nas geometrias elementares da arte negra) e a uma poética da concretude ('Somos concretistas', lê-se no 'Manifesto Antropófago') para comensurar a literatura brasileira às novas necessidades de comunicação engendradas pela civilização técnica.". Oswald foi também cronista inovador; criou, em 1912, a crônica da imigração na revista O Pirralho, escrevendo em estilo macarrônico. Ao longo da vida, "registrou e comentou, de modo crítico, praticamente todos os grandes e momentosos temas e problemas do seu e do nosso tempo", segundo Mário da Silva Brito.
OSWALD DE ANDRADE: características e principais obras | RESUMO DE LITERATURA PARA O ENEM
Literatura - Modernismo Brasileiro - Oswald de Andrade - Características do Autor e Poesias | ENEM
Como entender a Antropofagia de Oswald de Andrade?
Oswald de Andrade
Qual é a grande diferença entre Mário e Oswald de Andrade?
O AMOR DE TARSILA DO AMARAL E OSWALD DE ANDRADE - EDUARDO BUENO
BIOGRAFIAS - Oswald de Andrade
quem foi OSWALD DE ANDRADE por ELE MESMO
Oswald de Andrade - Vida e Obra
Oswald de Andrade: Manifesto antropófago e manifesto da poesia Pau-Brasil | Leituras 7
MANIFESTO ANTROPÓFAGO de Oswald de Andrade por Miriam Bevilacqua
Minibiografia: Oswald de Andrade | Super Libris
Ultimas palavras de Oswald de Andrade
Mário e Oswald de Andrade
Arquivo Oswald de Andrade
Oswald de Andrade - O Manifesto da Poesia Pau-Brasil
Prof. Marcelo Freire - Oswald de Andrade (documentário)
5 Minutos - Autores da Primeira Geração Modernista
MODERNISMO: Mario de Andrade e Oswald de Andrade | Literatura Enem
75. O polêmico Oswald de Andrade...
BIOGRAFIA - OSWALD DE ANDRADE
Modernismo 1ª geração [Prof. Noslen]
Mário de Andrade: vida e obra de um dos fundadores do MODERNISMO brasileiro
Gilberto Felisberto Vasconcellos e a obra de Oswald de Andrade
Poesia Pau-Brasil e Antropofagia em Oswald de Andrade
O rei da vela (1933), de Oswald de Andrade. Prof. Marcelo Nunes
Primeiro momento moderno: Oswald de Andrade
Mário de Andrade - Brasil Escola
AulaDe Poesia - Oswald de Andrade - brasil
Filosofia Pop #031 - Oswald de Andrade
Oswald de Andrade e a Semana de Arte Moderna | Shorts
PARA ENTENDER: O REI DA VELA - OSWALD DE ANDRADE
MÁRIO DE ANDRADE: primeira fase do modernismo, principais obras | RESUMO DE LITERATURA PARA O ENEM
Antonio Candido comenta sobre Oswald de Andrade
Oswald de Andrade (2/2) - De Lá Pra Cá - 28/11/2010
PRONOMINAIS, Oswald de Andrade
[LITERATURA] Modernismo Oswald de Andrade
"Manifesto Antropófago", de Oswald de Andrade. Ao som da Bachiana Brasileira n.o 01, de Villa-Lobos.
O REI DA VELA - OSWALD DE ANDRADE
Colégio Oswald de Andrade - Unidade Madalena
Territórios Culturais | Oficina Cultural Oswald de Andrade
VAIAS a OSWALD e MÁRIO DE ANDRADE na SEMANA DE ARTE MODERNA | Pauliceia Desvairada #Shorts
Oswaldo de andrade - Entrelinhas 17/07/2011
OSWALD DE ANDRADE
OSWALD DE ANDRADE | Escritores da Semana de Arte Moderna de 1922
Tarsila do Amaral & Oswald de Andrade
Oswald de Andrade - Soidão [Poema]
O Rei da Vela - Oswald de Andrade
Oswald de Andrade e a esquerda modernista - Arte e Revolução - 10/05/22
Falando em Literatura... Oswald de Andrade - Manifesto Antropófago
Cássia
Adoro poema
02/janeiro/2024
YUANA
legal amo poema e prosa
23/abril/2020
Mislane.
Amei isso ??????????????
13/novembro/2019
Alguem aleatorio
Esse povo ai é tudo louco
25/abril/2019
Angela
Vc é ????????um doido e lindo
24/março/2019

Quem Gosta

Seguidores